A-A+

Preso grupo suspeito de tráfico de drogas e tentativas de homicídios em Moreno

Com os suspeitos foram encontrados 30 kg de maconha, 870 g de pasta base da droga e uma balança e foram autuados, também, por sequestro

O delegado titular do Denarc, João Paulo de Andrade, detalhou o casoO delegado titular do Denarc, João Paulo de Andrade, detalhou o caso - Foto: Divulgação/Polícia Civil

Uma organização criminosa suspeita de praticar tráfico de drogas, duas tentativas de homicídios e um sequestro no município de Moreno, no Grande recife, foi desarticulada durante a operação Vigilância, deflagrada pela Polícia Civil de Pernambuco.

Segundo o delegado titular do Denarc João Paulo de Andrade, os suspeitos Josemar Francisco Soares, Genival José da Silva e Romana Mirely Bezerra da Silva foram presos, e uma adolescente de 17 anos apreendida nessa quarta-feira (8).

Eles atuavam a mando de David Leonardo da Silva e Cleibson Santos da Silva, ambos presos desde 2017 por tráfico de drogas, sendo David presidiário da Barreto Campelo, em Itamaracá, no litoral Norte do Recife, e Cleibson no complexo de presídios do Curado, na Zona Oeste do Recife.

Leia também:
Presos suspeitos de homicídios em Jaboatão
Megaoperação busca mil suspeitos de homicídio e estupro em todo o país
Encaminhado ao Cotel motorista suspeito de provocar acidente em Moreno


“Recebemos informações de dentro do presídio Barreto Campelo de que Deivid estava ameaçando um empresário, de nome não revelado, mas ele negou. Já a Romana, que foi presa e que faz parte da organização atuando no tráfico, é prima de Deivid e foi sequestrada a mando dele no inicio deste ano após roubar R$ 200 e um objeto da avó”, disse.

De acordo com o delegado, Ramona foi amarrada por Josemar em um matagal de Moreno e deixada no local. O objetivo de Deivid era mostrar para ela o que o grupo é capaz.

“Desde o início das investigações em maio de 2018, acreditamos que seis homicídios foram evitados”, afirmou. Com os suspeitos foram encontrados 30 kg de maconha e 870 g de pasta base da droga, uma balança e um veículo. Eles foram autuados por sequestro e tráfico de drogas, vão passar por audiência de custódia e estão à disposição da justiça.

Veja também

Países do G4 pedem reforma do Conselho de Segurança da ONU
Conselho da ONU

Países do G4 pedem reforma do Conselho de Segurança da ONU

Mundo questiona se começou a virar a página da Covid-19
pandemia

Mundo questiona se começou a virar a página da Covid-19