Crime ambiental

Preso homem que postou vídeo comemorando abate de onça negra no Maranhão

A caça de animais silvestres sem permissão do Ibama é crime, com pena prevista pela Lei 9.605/98 de seis meses a um ano de reclusão e multa

Homem se vangloriou da caça de uma onça preta, animal ameaçado de extinçãoHomem se vangloriou da caça de uma onça preta, animal ameaçado de extinção - Foto: Reprodução redes sociais / Polícia Civil do Maranhão

Um homem foi preso em flagrante pela Polícia Civil do Maranhão, na tarde da última quarta-feira(20), suspeito de ter abatido uma onça negra em uma  área Indígena Arariboia, no município de Arame, no Maranhão. Segundo a Polícia Civil, a prisão ocorreu após a circulação de um vídeo nas redes sociais, onde um grupo exibe uma onça preta ameaçada de extinção abatida. O animal de grande porte foi exibido pelos suspeitos como troféu.

A caça de animais silvestres sem permissão do Ibama é crime, com pena prevista pela Lei 9.605/98 de seis meses a um ano de reclusão e multa. A Polícia Civil não divulgou nome completo nem idade do suspeito, que foi identificado para a imprensa apenas com as iniciais "O.L dos S", para não atrapalhar a investigação.

"Na ocasião da prisão, na posse do suspeito foi encontrado o couro da onça abatida, duas armas de fogo do tipo espingarda, oito munições calibre 20mm intactas e quatro deflagradas, além pólvora e outros materiais utilizados na prática de caça de animais silvestres. O preso foi apresentado na sede da Delegacia de Polícia Civil de Arame para ser submetido aos trâmites exigidos, em seguida recambiado a uma unidade prisional da região. Agora a polícia visa localizar os demais envolvidos no crime", informou a Polícia Civil do Maranhão.

 

 

Veja também

Pais de atirador em escola dos EUA se declaram inocentesTIROTEIO

Pais de atirador em escola dos EUA se declaram inocentes

Ministério da Saúde oferece mais de 21,5 mil vagas para Médicos pelo BrasilOPORTUNIDADE

Ministério da Saúde oferece mais de 21,5 mil vagas para Médicos pelo Brasil