Preso na Paraíba suspeito de matar filha e neto em Pernambuco

Segundo a polícia, Hermenegildo Gonçalves da Silva, de 55 anos, abusava sexualmente do neto, o que causou desavenças com a filha

Hermenegildo Gonçalves da Silva foi preso enquanto tentava fugirHermenegildo Gonçalves da Silva foi preso enquanto tentava fugir - Foto: Divulgação/Polícia Civil da Paraíba

Suspeito de matar a filha e o neto adolescente de 15 anos, Hermenegildo Gonçalves da Silva, de 55 anos, foi preso na tarde dessa terça-feira (21), em Campina Grande/PB. Segundo relatos da Polícia Civil da Paraíba, o preso matou a facadas os parentes na madrugada da terça, na cidade de Lagoa do Ouro, no Agreste pernambucano, onde todos moravam. Ainda de acordo com a polícia, o preso abusava sexualmente do neto, o que era motivo de desavenças com a filha e resultou no duplo homicídio.

Uma ação integrada entre policiais civis da Paraíba e de Pernambuco prendeu Hermenegildo enquanto ele tentava fugir. Após o crime, ele seguiu em direção à Paraíba e foi preso quando se encontrava no interior de um ônibus.

Leia também:
Mulher mata outra a facadas no Recife por causa de vídeo postado na internet
Presos irmãos suspeitos de matar PM após assalto a padaria no Recife


Policiais montaram campanas para vistoriar ônibus que circulavam na região e tentar localizar o homem. O preso também é suspeito de ter matado anteriormente a ex-companheira e o namorado dela.

Hermenegildo foi entregue a policiais civis de Pernambuco, que foram a Campina Grande para buscá-lo. Ele foi levado para Garanhuns, também no Agreste pernambucano, para ser autuado em flagrante delito. As investigações seguem em andamento.

Veja também

Remédios para câncer podem sofrer 'apagão' no Brasil por falta de verba federal
SAÚDE

Remédios para câncer podem sofrer 'apagão' no Brasil por falta de verba federal

Astronautas chineses retornam à Terra após missão espacial de 90 dias
retorno à terra

Astronautas chineses retornam à Terra após missão espacial de 90 dias