Notícias

Preso na Paraíba suspeito de matar filha e neto em Pernambuco

Segundo a polícia, Hermenegildo Gonçalves da Silva, de 55 anos, abusava sexualmente do neto, o que causou desavenças com a filha

Hermenegildo Gonçalves da Silva foi preso enquanto tentava fugirHermenegildo Gonçalves da Silva foi preso enquanto tentava fugir - Foto: Divulgação/Polícia Civil da Paraíba

Suspeito de matar a filha e o neto adolescente de 15 anos, Hermenegildo Gonçalves da Silva, de 55 anos, foi preso na tarde dessa terça-feira (21), em Campina Grande/PB. Segundo relatos da Polícia Civil da Paraíba, o preso matou a facadas os parentes na madrugada da terça, na cidade de Lagoa do Ouro, no Agreste pernambucano, onde todos moravam. Ainda de acordo com a polícia, o preso abusava sexualmente do neto, o que era motivo de desavenças com a filha e resultou no duplo homicídio.

Uma ação integrada entre policiais civis da Paraíba e de Pernambuco prendeu Hermenegildo enquanto ele tentava fugir. Após o crime, ele seguiu em direção à Paraíba e foi preso quando se encontrava no interior de um ônibus.

Leia também:
Mulher mata outra a facadas no Recife por causa de vídeo postado na internet
Presos irmãos suspeitos de matar PM após assalto a padaria no Recife


Policiais montaram campanas para vistoriar ônibus que circulavam na região e tentar localizar o homem. O preso também é suspeito de ter matado anteriormente a ex-companheira e o namorado dela.

Hermenegildo foi entregue a policiais civis de Pernambuco, que foram a Campina Grande para buscá-lo. Ele foi levado para Garanhuns, também no Agreste pernambucano, para ser autuado em flagrante delito. As investigações seguem em andamento.

Veja também

Fechamento da Télam prejudicaria direito de argentinos à informação
Télam

Fechamento da Télam prejudicaria direito de argentinos à informação

Moda da Hermès desafía todos os elementos
Moda

Moda da Hermès desafía todos os elementos