A-A+

Preso o quinto suspeito de envolvimento em morte de empresário

O homem detido foi identificado como Leandro Lucas da Silva, de 28 anos. Ele seria um dos líderes do tráfico no Detran

Empresário Mário Gouveia, 79 anosEmpresário Mário Gouveia, 79 anos - Foto: Divulgação/ Por Aqui Aldeia.

Um quinto suspeito de participação na morte do empresário Mário Gouveia foi preso pela Polícia Civil de Pernambuco. Ele foi encontrado próximo ao local onde ocorreu o crime, na Estrada de Aldeia, no município de Paudalho, Região Metropolitana do Recife. O homem detido foi identificado como Leandro Lucas da Silva, de 28 anos.

De acordo com a PCPE, maiores detalhes não serão passados para não atrapalhar as investigações, que correm em sigilo. O suspeito foi preso em decorrência de um outro mandado em aberto por homicídio. Ele foi apontado, ainda, como um dos líderes do tráfico de drogas no Detran, na Zona Oeste do Recife.

O assassinato de Mário Cavalcanti Gouveia Filho, 79 anos, ocorreu por volta de 1h30 da madrugada do dia 23 de abril, quando um bando que seria formado por 15 a 20 homens invadiu o Parque Aquático Águas Finas, no quilômetro 17 da Estrada de Aldeia, em Paudalho, onde estava localizada a casa do empresário, dono do estabelecimento. Em duas Fiat Toro, o grupo invadiu o local e roubou nove armas que faziam parte da coleção pessoal de Mário, além de um baú.

Leia também:
Suspeito visitou parque aquático dias antes do assassinato de empresário
Presos preventivamente suspeitos de matar empresário em Aldeia

O empresário estava com dois cozinheiros e com a esposa no momento em que foi alvejado. Mário Gouveia Filho, que teria reagido ao assalto, ainda foi socorrido pelo piloto, que também morava numa casa na propriedade, e levado no helicóptero particular do empresário para o Hospital Português, no Recife, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu por volta das 3h da madrugada. 

A ação, segundo informações da Polícia Militar de Pernambuco (PM), tinha o objetivo de levar uma coleção de armas da vítima, além de dinheiro. À noite do mesmo dia, um dos suspeitos do latrocínio (roubo seguido de morte) morreu após passar ser levado a hospitais, ferido à bala na perna e no abdômen. Cícero Romão Henrique da Silva, Luciano Josuel de Santana, Leonardo Nascimento Silva e Rodrigo Gomes da Silva foram apontados como participantes do crime e, com eles, foi encontrada uma das armas roubadas de Mário Gouveia. Eles aguardam no Centro de Observação e Triagem Everardo Luna (Cotel) o fim das investigações.

Veja também

Pandemia impede realização de mais de 1 milhão de cirurgias em um ano
Coronavírus

Pandemia impede realização de mais de 1 milhão de cirurgias em um ano

Grupo Ruas e Praças realiza mediação de conflito em atendimentos presenciais
RECIFE

Grupo Ruas e Praças realiza mediação de conflito em atendimentos presenciais