Preso oficial da reserva da PM suspeito de envolvimento em crimes contra caixas eletrônicos

Corregedoria Geral da SDS informou que será instaurado Processo Administrativo Disciplinar para apurar a conduta do policial

Secretaria de Defesa SocialSecretaria de Defesa Social - Foto: Reprodução/Google street view

A Polícia Federal (PF) prendeu um oficial da reserva da Polícia Militar de Pernambuco suspeito de envolvimento em crimes praticados em caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal (CEF). Ele foi preso, neste sábado (17), em um hotel localizado em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. Além dele, outras pessoas teriam sido detidas na operação. Mais detalhes devem ser divulgados pela PF nesta segunda-feira (19).

Em nota, a PM informou que o policial será submetido à Justiça Comum e seguirá os procedimentos previstos pela lei que institui o Código dos Militares Estaduais, em Pernambuco. "Quando devidamente comprovada conduta inaceitável, respeitando o amplo direito à defesa e ao contraditório, ele responderá a um procedimento administrativo chamado Conselho de Justificação", diz a nota.

Ainda de acordo com a corporação, se condenado nessa instância, é emitido parecer opinativo ao Corregedor Geral da Secretaria de Defesa Social (SDS) sugerindo a pena capital, em que perde a graduação e os vencimentos militares, com base na Lei Federal 5.836, de 5 de dezembro de 1972. Caso seja definida a reclusão na audiência de custódia da Justiça Federal, ele vai aguardar todos os ritos recolhido ao Centro de Reeducação da Polícia Militar (CREED).

Também por meio de nota, a Corregedoria Geral da SDS informou que está reunindo informações acerca da investigação envolvendo o oficial da reserva preso pela Polícia Federal. Nesta segunda-feira, deverá ser instaurado um Processo Administrativo Disciplinar para apurar a conduta do policial da reserva.

"Ele já foi investigado em dois processos da Corregedoria, um por simulação de sequestro e outro por subtração de armas dentro da corporação. Em ambos os casos, o parecer do Conselho de Justificação foi pela exclusão a bem da disciplina", disse a SDS.

Veja também

Estudo diz que vacinação reduz em 95% mortes por Covid-19 na Itália
Pandemia

Estudo diz que vacinação reduz em 95% mortes por Covid-19 na Itália

Israel: mais mortos e destruição do prédio da imprensa em Gaza
Conflito

Israel: mais mortos e destruição do prédio da imprensa em Gaza