Polícia

Preso mais um suspeito de envolvimento no latrocínio de turista alemão no Centro do Recife

Suspeito foi preso na cidade de Paulista pelo GOE

Werner Duysen Gurkasch (esq.) morreu vítima do latrocínio. Ao seu lado, o marido, Wolfgang Duysen GurkaschWerner Duysen Gurkasch (esq.) morreu vítima do latrocínio. Ao seu lado, o marido, Wolfgang Duysen Gurkasch - Foto: Reprodução/Instagram

A Polícia Civil de Pernambuco anunciou, nesta segunda-feira (13), a prisão de mais um envolvido no latrocínio do turista alemão Werner Duysen Gurkasch, de 81 anos, que aconteceu em 8 de dezembro nas proximidades da Basílica de Nossa Senhora do Carmo, no bairro de Santo Antônio, Centro do Recife. 

Segundo a corporação, a prisão foi efetuada pelo Grupo de Operações Especiais (GOE) em Paulista, na Região Metropolitana do Recife, na última sexta-feira (10).

O delegado Elielton Xavier, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), explicou, em coletiva de imprensa, nesta segunda-feira, que o grupo queria roubar um relógio e um óculos de sol do alemão.

"A perícia tanatoscópica mostrou que ele sofreu politraumatismo. Houve uma grande lesão na cabeça, em virtude da queda. Após a queda, ele também foi agredido", explicou o delegado. 

O primeiro suspeito de envolvimento na morte do estrangeiro foi preso alguns dias após o crime, quando roubava no mesmo local do latrocínio - com ele, estava um óculos do alemão. Ele, identificado como Jonas Félix de Souza, de acordo com a polícia, denunciou três homens que também teriam ligação com o crime. Em 21 de dezembro, recorda a Polícia Civil, um segundo envolvido no crime foi preso. 

Na tarde de 25 de fevereiro, foi preso Marcílio Ferreira da Silva Júnior, no bairro de Campo Grande, na Zona Norte do Recife, quando se preparava para praticar mais crimes. A prisão ocorreu perto do Clube das Pás e foi realizada por agentes da Companhia Independente de Policiamento com Motocicletas (CIPMoto). 

Ao todo, quatro homens foram denunciados e indiciados pelo crime pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE). 

O crime
Werner e o companheiro, o também alemão Wolfang Werner Duysen Gurkasch, de 79 anos, estavam passeando pelo Centro do Recife quando aconteceu o crime, em 8 de dezembro de 2022. O casal havia chegado em um cruzeiro que atracou no Porto do Recife. No roubo, o alemão caiu, sofreu uma pancada na cabeça, foi hospitalizado, mas faleceu seis dias depois. 

Veja também

Helicóptero do presidente iraniano sofre 'acidente'
Irã

Helicóptero do presidente iraniano sofre 'acidente'

Pentecostes da Paz celebra a união e o perdão em evento da Obra de Maria, na Itália; assista
Ao Vivo

Pentecostes da Paz celebra a união e o perdão em evento da Obra de Maria, na Itália; assista

Newsletter