OPERAÇÃO POOL PARTY

Preso responsável por centro de apoio a menores em Paulista que favorecia prostituição no local

Segundo a polícia, frequentadores combinavam com adolescentes o valor dos "programas", além de pagar pela permanência no centro

Complexo Policial de Paulista, na RMRComplexo Policial de Paulista, na RMR - Foto: Reprodução

O responsável por um centro de apoio a menores de idade em Paulista, na Região Metropolitana do Recife, foi preso suspeito de favorecer prostituição, inclusive de adolescentes, no local. A prisão dele se deu no âmbito da Operação Pool Party, deflagrada no último sábado (18) e anunciada pela Polícia Civil de Pernambuco nesta terça-feira (21). 

A polícia recebeu denúncia anônima sobre o caso e iniciou as investigações em fevereiro deste ano. A exploração sexual acontecia nas dependências do centro de apoio. 

"Apurou-se que os frequentadores pagam uma quantia para permanecerem no local, sendo o valor do 'programa' a ser combinado com as próprias adolescentes", disse a Polícia Civil, em nota. 

No sábado, policiais da 1ª Delegacia de Polícia de Crimes contra a Criança e Adolescente e Atos Infracionais foram até o local para cumprir medidas cautelares de buscas e apreensões domiciliares e a prisão temporária em desfavor do responsável pelo centro de apoio. Os mandados foram cumpridos.

Além do presidente do espaço em Paulista, foram conduzidos para a delegacia seis adultos, sendo quatro homens e duas mulheres de 19 e 20 anos, e duas adolescentes de 14 e 17 anos. 

"Dos interrogatórios, depoimentos e escutas especializadas, todos colhidos no decorrer da deflagração da operação, comprovou-se a prática dos crimes investigados", acrescentou a polícia.

O responsável pelo centro de apoio foi autuado em flagrante pelos crimes de favorecimento da prostituição ou de outra forma de exploração sexual de criança ou adolescente ou de vulnerável e fornecimento de bebida alcoólica a adolescente, previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Veja também

Desaparecimento de criança pode ser comunicado antes de 24h; veja como
Segurança Pública

Desaparecimento de criança pode ser comunicado antes de 24h; veja como

Hamas anuncia balanço de 35.903 mortos na guerra de Gaza
guerra no oriente médio

Hamas anuncia balanço de 35.903 mortos na guerra de Gaza

Newsletter