Notícias

Preso segundo homem que teria assassinado policial civil no Itaú

Luiz Antônio Cavalcante Filho, de 45 anos, conhecido como Sabiá, tem passagem pela polícia

Ordem de serviço para a duplicação do corredor estratégico para várias áreas da cidade tem prazo de conclusão de seis a oito meses.Ordem de serviço para a duplicação do corredor estratégico para várias áreas da cidade tem prazo de conclusão de seis a oito meses. - Foto: Jonas Santos

O segundo envolvido na morte do policial civil Wilson Pereira Barbosa Filho, de 29 anos, foi preso na noite da última quarta-feira (21). Luiz Antônio Cavalcante Filho, de 45 anos, procurou a polícia para prestar esclarecimento e negar a participação na morte do policial e na tentativa de assalto ao Itaú da avenida Caxangá, no bairro da Madalena, na Zona Oeste do Recife.

No entanto, ele foi encaminhado para o Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri), no bairro de Afogados, na Zona Oeste do Recife. Sabiá, que tem passagem pela polícia, teria efetuado o disparo que atingiu o rosto da vítima. Nas imagens, o homem aparece na companhia de Luciano Rodrigues de Amorim, de 41 anos, que foi baleado na troca de tiros com o civil e morreu, no Hospital Getúlio Vargas, na última quarta-feira (21). Agora, apenas um homem permanece foragido.

Veja também

Tragédias climáticas: 94% das cidades brasileiras pecam na prevenção
Meio Ambiente

Tragédias climáticas: 94% das cidades brasileiras pecam na prevenção

Médico descobre dívida de R$ 6 mil de MEI aberto pela avó; veja como encerrar CNPJ e parcelar débito
RIO GRANDE DO NORTE

Médico descobre dívida de R$ 6 mil de MEI aberto pela avó; veja como encerrar CNPJ e parcelar débito

Newsletter