Polícia

Preso suspeito de matar homem que reagiu a assalto em Paulista

Segundo as investigações, o suspeito anunciou assalto quando o homem e a esposa faziam atividade física

Polícia apresentou detalhes em coletiva no RecifePolícia apresentou detalhes em coletiva no Recife - Foto: Divulgação/Polícia Civil

Suspeito de matar um homem que reagiu a um assalto em Paulista, na Região Metropolitana do Recife (RMR), em 27 de abril, foi preso, na manhã dessa terça-feira (10), em São Lourenço da Mata, também na RMR. A prisão foi anunciada pela Polícia Civil de Pernambuco nesta quarta-feira (11).

De acordo com a corporação, o homem não resistiu à prisão. O crime ocorreu no bairro de Maranguape II. Segundo as investigações, o suspeito anunciou assalto quando o homem e a esposa faziam atividade física.

Horas antes do latrocínio, o suspeito estava em uma festa. Ele chegou ainda a roubar uma moto, que foi usada na abordagem.

"Após sair dessa festa, ele subtrai essa motocicleta e, naquela região, procura a prática do roubo. Abordou esse casal e, no momento da abordagem, o rapaz identificou alguma oportunidade de reação e efetuou alguns disparos de arma de fogo, atingindo o rapaz, que morreu no local", detalhou o delegado Vitor Freitas, da Delegacia de Homicídios Metropolitana Norte.

Segundo o delegado, o suspeito foi reconhecido pelo dono da moto e pela esposa da vítima fatal. "Ele quis esboçar alguma negativa de autoria, disse que nunca andou naquela região, mas todos os elementos apontam que foi ele, inclusive o reconhecimento das vítimas".

Vitor Freitas afirmou ainda que, apesar de não haver precedentes, o modus operandi indica que o roubo praticado pelo preso pode ter sido para comprar drogas. O homem que foi assassinado teve o relógio roubado.

Veja também

Caso Marielle: Moraes autoriza depoimento de Domingos Brazão e Rivaldo na Câmara
rio de janeiro

Caso Marielle: Moraes autoriza depoimento de Domingos Brazão e Rivaldo na Câmara

Lewandowski sobre atentado a Trump: aumento de armas em poder dos cidadãos desafia democracia
atentado

Lewandowski sobre atentado a Trump: aumento de armas em poder dos cidadãos desafia democracia

Newsletter