Presos assaltantes que escolhiam vítimas em site de vendas

Grupo selecionava anúncios e marcava para comprar os objetos, como aparelhos celulares, e realizava os assaltos

Coletiva do caso "Galo Cego". Da esquerda para a direita: Dr. Paulo Furtado (titular da DP Mustardinha) Dr. Ivaldo Pereira (Gestor da GCOM)   Dr. Mauro Cabral ( Diretor DESEC).Coletiva do caso "Galo Cego". Da esquerda para a direita: Dr. Paulo Furtado (titular da DP Mustardinha) Dr. Ivaldo Pereira (Gestor da GCOM) Dr. Mauro Cabral ( Diretor DESEC). - Foto: Divulgação PCPE

A Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) divulgou na manhã desta segunda-feira (29) os detalhes da prisão em flagrante de dois homens, pelo crime de assalto, que agiam por meio de anúncios no site OLX. De acordo com a Polícia Civil, a dupla entrava em contato com as vítimas, que tinham anúncios de venda de aparelho celular, e marcavam um encontro para a compra do telefone. No ato da entrega, porém, os dois usavam de grave ameaça, com um simulacro de arma de fogo, e roubavam os celulares das vítimas.

Leia também: 
Preso suspeito de aplicar golpes em venda de imóveis em PE e na PB
Cuidado com golpes aplicados em turistas na Argentina 

Leandro Manoel da Silva, de 26 anos, mais conhecido como “Galo Cego”, e Eduardo Manoel da Silva, 20, vulgo “Dudu Pressão”, foram presos na tarde da última sexta-feira (26) na Rua 7, Vila São Miguel, em Afogados. Existem três casos registrados com esta mesma forma de atuação, e a polícia espera que outras vítimas apareçam após a divulgação das imagens dos suspeitos. “Durante as investigações apareceu a terceira vítima. Vale destacar que as investigações se iniciaram agora para coletar outras informações acerca de possíveis vítimas desta mesma modalidade, deste mesmo modus operandi” afirmou o delegado Paulo Furtado, responsável pelo caso.

Para a PCPE, é importante destacar ainda que um dos homens presos, o Galo Cego, é contumaz na prática de roubo e homicídio, já tendo sido indiciado pelo mesmo delegado ao assassinato de uma pessoa em 2013.

O delegado pede para que as vítimas compareçam à delegacia de Afogados, para averiguar o boletim de ocorrência, se já foi registrado, ou se não foi registrado, registrar para que eles possam ser investigados processados e possivelmente condenados pela prática de outros crimes de roubo. E salienta ainda “é sempre bom averiguar o local em que foi marcado para a compra do aparelho de telefonia móvel, sempre procurar marcar em local público, um local que tenha uma certa guarnição, para que não se seja vítima desse tipo de crime”.

A OLX se posicionou sobre o caso. Em nota, esclareceu que "toda negociação é realizada fora do ambiente do site" e que, "portanto, a empresa não faz a intermediação ou participa de qualquer forma das transações, que são feitas diretamente entre os usuários". Ainda destacou que, "infelizmente, algumas vezes as ferramentas disponíveis no mercado são utilizadas por terceiros de má índole" e que "a empresa repudia este tipo de atitude, pois ela vai contra as regras da OLX".

Veja também

Janet Yellen é confirmada como primeira secretária do Tesouro americano
EUA

Janet Yellen é confirmada como primeira secretária do Tesouro americano

Biden prevê atrasos nas negociações de ajuda financeira para a pandemia
EUA

Biden prevê atrasos nas negociações de ajuda financeira para a pandemia