Presos envenenados por café da manhã

Os quatro companheiros de sela resolveram comer a refeição quando o colega foi tomar banho.

CadeiaCadeia - Foto: Divulgação

 

Quatro detentos da cadeia pública Araripina, no Sertão, foram internados por suspeita de envenenamento, na última terça-feira (10), após ingerirem o café da manhã enviado para outro preso. Segundo informações, um mototaxista chegou por volta das 7h com uma garrafa de dois litros de suco de maracujá, dois litros de água, café e uma vasilha de cuscuz para serem entregues a um reeducando.

Ele desconfiou da entrega, uma vez que é do estado de Goiás e não tem parentes ou amigos em Araripina, e acabou não se alimentando. Os quatro companheiros de sela resolveram comer a refeição quando o colega foi tomar banho.

Por volta das 10h, os quatro presos começaram a ter náuseas, vômitos e dores abdominais. Diante da gravidade, os presos foram transferidos para o Hospital Regional Fernando Bezerra, em Ouricuri. A unidade, entretanto, não forneceu o estado de saúde dos pacientes.

Amostras da comida e bebida foram entregues à Polícia Civil, que está investigando quem mandou a refeição e que substância pode ter sido adicionada a ela. A delegada Katiana Muniz está à frente do caso. A Seres confirmou o caso e disse que eles provavelmente ingeriram um suco envenenado.

 

Veja também

Brasil contabiliza quase 43 mil novos casos de Covid-19
Coronavírus

Brasil contabiliza quase 43 mil novos casos de Covid-19

Preso oficial da reserva da PM suspeito de envolvimento em crimes contra caixas eletrônicos

Preso oficial da reserva da PM suspeito de envolvimento em crimes contra caixas eletrônicos