Presos três suspeitos de envolvimento na morte de personal trainer no Janga

Polícia informou que foram detidos o mandante do crime, o executor e uma terceira pessoa acusada de atrapalhar as investigações

Caso Gabriela SantiagoCaso Gabriela Santiago - Foto: Felipe Ribeiro/ Folha de Pernambuco

Três suspeitos de envolvimento na morte da personal trainer Gabriela Conceição Santiago, 24 anos, ocorrida no dia 16 de fevereiro deste ano, no bairro do Janga, em Paulista, no Grande Recife, foram presos nesta terça-feira (25). Segundo a Polícia Civil (PC), foram detidos o mandante do crime, o executor e uma terceira pessoa acusada de atrapalhar as investigações policiais.

A Polícia Civil informou que, também nesta terça, foram realizados cinco mandados de condução coercitiva e outros cinco de busca e apreensão. Os detalhes do caso serão apresentados nesta quarta-feira (26) pelas delegadas responsáveis pelo inquérito, Polyanna Nery e Thaís Galba.

No dia do homicídio, testemunhas disseram que Gabriela teria descido de um ônibus e, já na rua de casa, um homem teria se aproximado e disparado dois tiros na cabeça dela. Na época, havia rumores de que o crime teria sido praticado por um ex-namorado, informação que, porém, não foi confirmada.

Leia também:
Protesto cobra mais agilidade na investigação do assassinato de personal trainer
Familiares e amigos de personal trainer assassinada protestam por Justiça
Polícia investiga crime passional na morte de personal trainer, no Janga

Veja também

Secretário de Saúde de Pernambuco critica entraves diplomáticos que afetam vacinação no Brasil
Covid-19

Longo critica entraves diplomáticos à vacina: "Não podem colocar em xeque a saúde dos brasileiros"

Mega-Sena acumula e prêmio vai para R$ 22 milhões
Economia

Mega-Sena acumula e prêmio vai para R$ 22 milhões