PRF apreende revólver e 49 comprimidos de droga sintética na BR-423

A dupla foi flagrada e detida na manhã deste sábado (24) pela Polícia Rodoviária Federal

No interior do caminhão, foram encontrados um revólver calibre. 38 com cinco munições e 49 comprimidos de rebiteNo interior do caminhão, foram encontrados um revólver calibre. 38 com cinco munições e 49 comprimidos de rebite - Foto: Divulgação/PRF

Dois homens, de 35 e 23 anos, foram detidos na BR-423, em Garanhuns, no Agreste dE Pernambuco, após a Polícia Rodoviária Federal (PRF) abordar o caminhão em que eles estavam por causa de um defeito no sistema de iluminação. Durante o flagrante, uma arma municiada e 49 comprimidos de rebite, uma droga sintética que atua no sistema nervoso, foram apreendidos.

O flagrante aconteceu no quilômetro 92 da rodovia, quando um defeito no sistema de iluminação de caminhão chamou a atenção dos policiais. Ao consultar os ocupantes do veículo, foi descoberto um mandado de prisão para o motorista, por associação criminosa. O documento tinha data de julho deste ano e havia sido expedido pelo Tribunal de Justiça de Alagoas.

Leia também:
Encontrado morto menino que estava desaparecido em Garanhuns
PRF apreende caminhão adulterado na BR-104, em Caruaru
PRF determina suspensão e recolhimento de radares móveis


O revólver, de calibre .38, estava com cinco munições em posse do passageiro, além dos 49 comprimidos. O chamado “rebite” ou “bolinha” é proibido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e é utilizado para aumentar o tempo de direção do motorista, mantendo-o mais acordado.

Os homens foram detidos e encaminhados à delegacia de Polícia Civil de Garanhuns. O passageiro assumiu o transporte dos ilícitos e deverá responder por portes ilegal de arma de fogo e de droga.

Veja também

Confira a previsão do tempo para esta quarta (21) em Pernambuco
TEMPO

Confira a previsão do tempo para esta quarta (21) em Pernambuco

Ministério da Saúde fecha acordo com governo de SP para compra de 46 milhões de doses da Coronavac
Coronavírus

Ministério fecha acordo para 46 mi de doses da Coronovac e diz que vacina entra no calendário nacional