PRF começa nesta sexta-feira Operação Natal

Operação vai contar com um reforço no quantitativo de policiais

Polícia Rodoviária Federal realiza operações neste final de anoPolícia Rodoviária Federal realiza operações neste final de ano - Foto: PRF/Divulgação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), iniciou à 0h desta sexta-feira (21) a operação de Natal, que segue até o dia 25. A operação tem como prioridade o controle de velocidade com radares portáteis, o combate à embriaguez ao volante e a fiscalização de ultrapassagens proibidas. Neste ano, a operação terá cinco dias de duração, um a mais do que em 2017.

Em nota, a PRF informa que também estará atenta ao uso do cinto de segurança e dos dispositivos de retenção para crianças, além de realizar fiscalizações específicas de motocicletas.

Após a operação de Natal, inicia-se no dia 28 de dezembro e finaliza no dia 1º de janeiro a Operação Ano Novo. Segundo a PRF, as duas operações vão contar com um reforço de policiais nas rodovias federais, o que aumentará a sensação de segurança durante as festas de fim de ano até o carnaval, datas onde o apelo por consumo de bebidas alcoólicas aumenta e, em razão disso, a ocorrência de acidentes e mortes.

Leia também:
PRF inicia operação para reduzir acidentes nas férias de verão
PRF apreende uma tonelada de maconha em rodovia do RJ
Feriadão registra duas mortes e 34 feridos nas estradas federais de PE


Redução de acidentes
Para uma viagem segura, a PRF orienta que os motoristas respeitem os limites de velocidade, mantenham distância de segurança em relação aos demais veículos, ultrapassem apenas quando houver plenas condições de segurança e não desviem a atenção do trânsito.

A PRF também orienta os usuários de rodovias, mesmo antes de viagens curtas, a fazer uma revisão preventiva do veículo, o que inclui a checagem dos pneus, do sistema de iluminação, dos equipamentos obrigatórios, do nível do óleo e do radiador, entre outros itens.

Também é fundamental planejar a viagem, buscando evitar, na medida do possível, os horários de pico. Dirigir cansado ou com sono aumenta o risco de o motorista cometer erros. A cada três ou quatro horas de viagem, é recomendável uma pausa para descanso ou revezar a direção do veículo.

Veja também

Com forte chuva, Florianópolis registra morte de mãe e filha em desabamento de muro
Santa Catarina

Com forte chuva, Florianópolis registra morte de mãe e filha em desabamento de muro

O mau exemplo do STF na pandemia: aglomeração, omissão de diagnóstico e tentativa de furar fila
Coronavírus

O mau exemplo do STF na pandemia: aglomeração, omissão de diagnóstico e tentativa de furar fila