Cidadania

Primeiro Ted Feminista no Nordeste debate atuação política de mulheres negras em Olinda

Com o tema "Mulheres Negras Falam", evento será transmitido no Youtube no próximo sábado (13), a partir das 14h.

Palácio dos Governadores, sede da Prefeitura de OlindaPalácio dos Governadores, sede da Prefeitura de Olinda - Foto: Arquimedes Santos/Prefeitura de Olinda

Primeira capital de Pernambuco e terceira cidade mais populosa do Estado, Olinda será palco, no fim de semana, de um debate importante para a luta contra as desigualdades de gênero. No próximo sábado (13), o Observatório Feminista do Nordeste, em parceria com o Fundo Elas, realiza o encontro “Mulheres Negras Falam”, o primeiro Ted Feminista na região nordestina.

A programação será transmitida no canal do Observatório no YouTube, a partir das 14h, e exibirá palestras conduzidas por dez mulheres negras pernambucanas no Centro de Cultura Luiz Freire, no bairro do Carmo. Quem se inscreveu no evento poderá acompanhar as apresentações no local.

As conferências vão abordar a atuação política nas periferias e nas congregações religiosas, vivências da população LBT+ e violência política, entre outras temáticas. Além de visibilizar o trabalho dessas mulheres, o evento alude ao Mês da Consciência Negra e ao Dia Nacional de Zumbi, celebrados em 20 de novembro.

Entre as palestrantes, estão a educadora popular e cofundadora do Coletivo Caranguejo Tabaiares Resiste, Sarah Marques; a ativista travesti negra Jarda Araújo; a professora e escritora Patrícia Naia; e a coordenadora de Relações Institucionais da Rede de Mulheres Negras de Pernambuco, Piedade Marques.

Veja também

Lembra quando Bolsonaro era o fascista?', questiona filho de John Lennon, Sean Ono
Política

Lembra quando Bolsonaro era o fascista?', questiona filho de John Lennon, Sean Ono

Estudo indica que bonobos são mais agressivos do que se pensava
Bonobos

Estudo indica que bonobos são mais agressivos do que se pensava

Newsletter