Procissão da Bandeira abriu a programação da Festa da Morro

Esta quarta, haverá cinco missas ao longo do dia e, à noite, show religioso

Recém eleito para a Câmara Federal, Túlio Gadêlha (PDT) se reuniu com o senador Cristóvão Buarque (PPS)Recém eleito para a Câmara Federal, Túlio Gadêlha (PDT) se reuniu com o senador Cristóvão Buarque (PPS) - Foto: Divulgação

Todas as graças foram dadas a Nossa Senhora da Conceição na Procissão da Bandeira, que deu início às programações da 112ª Festa do Morro, na tarde desta terça-feira (29), no Recife. Os fiéis começaram a chegar por volta das 17h no Sítio Trindade e, por volta das 19h, seguiram em caminhada ao Morro da Conceição. A celebração foi presidia pelo reitor do Santuário, padre Ulysses, e pelo pároco do Morro da Conceição, Padre Renato Azevedo.

Depois a cantora Fafá de Belém subiu ao palco e abriu o ciclo de shows religiosos que vão ocorrer ao longo da Festa, sempre após a celebração do Novenário, às 20h30.

Ao som de ritmos emocionantes como “Maria de minha infância” e “Quem é esta que avança como aurora” o público seguiu animado em direção ao Morro.

Com amor e devoção de sobra, destinados a virgem imaculada, em lágrimas a aposentada Edilene Cruz, 60 anos, descreveu o momento que garante ser a prova mais sincera de amor pela nossa senhora. “Estar aqui é um prazer. Eu amo Nossa Senhora, creio nela como se fosse de carne e osso, já cheguei a passar 40 dias descalça pagando uma promessa. Hoje na procissão pedi para que ela interceda pela minha saúde e da minha filha”, contou.
.
Dando continuidade aos festejos, que encerram no dia 8 de dezembro, nesta quarta (30) haverá cinco missas  - às 7h, 9h, 11h, 14h e 16h) -, celebradas pelo padre Paulo Sérgio, na igreja de Nossa Senhora da Conceição, no Morro da Conceição, Zona Norte do Recife. Das 20h30 às 22h, a programação cultural ficará por conta de Marcelo Mariano da Obra de Maria.

Veja também

ABL firma parceria para distribuição de 4,5 mil livros
Doação

ABL firma parceria para distribuição de 4,5 mil livros

Respiradores que motivaram ação judicial estão na verdade em posse do Estado
blog da folha

Respiradores que motivaram ação judicial estão na verdade em posse do Estado