Procon e SJDH fazem blitz no Marco Zero

Instituições verificaram regularidade dos estabelecimentos

Fiscais não encontraram irregularidadesFiscais não encontraram irregularidades - Foto: Aurélio Duvivier/ Divulgação

Técnicos da Secretaria de Justiça e Diretos Humanos (SJDH) e do Procon-PE realizaram, nesta sexta-feira (09), fiscalizações educativas e punitivas em bares e lojas localizadas no Recife Antigo. A iniciativa faz parte do “Carnaval de Todxs com Direitos”. Na inspeção foram verificadas lojas, bares e restaurantes na rua do Bom Jesus e na avenida Alfredo Lisboa.

Entre os itens observados, estiveram a validade de alimentos, os preços ao consumidor, a possível pratica de vendas casadas. Nenhum estabelecimento foi autuado porque não foram encontradas irregularidades. “A fiscalização é de suma importância para que o consumidor se sinta protegido até no Carnaval e não se deixe enganar por preços abusivos e vendas casadas, por exemplo. Para qualquer denúncia, estamos disponíveis no Procon móvel até terça (13) ao lado da sede da SJDH”, disse o fiscal do órgão, Cícero Bezerra.

A estratégia “Carnaval de Todxs com Direitos” também fará atendimento ao público em casos de violação de direitos à pessoa idosa, negra, comunidade LGBT, vítimas de intolerância religiosa. Nos espaços montados nos focos de folia, o cidadão conta com assistência de técnicos do Centro Estadual de Combate à Homofobia (CECH), das Coordenadorias Estadual LGBT e de Igualdade Racial, do Centro Integrado de Apoio e Proteção à Pessoa Idosa de Pernambuco (CIAPPI) e da Superintendência Estadual do Idoso.

Veja também

Pesquisas não têm valor se eleitores ficarem em casa, diz Obama em comício de Biden
internacional

Pesquisas não têm valor se eleitores ficarem em casa, diz Obama em comício de Biden

Há politização dos dois lados e Doria força a barra sobre vacina, diz líder de comissão da Câmara
Coronavírus

Há politização dos dois lados e Doria força a barra sobre vacina, diz líder de comissão da Câmara