Procon-PE inicia fiscalização e cobra funcionamento de bancos assaltados

Objetivo é que as agências, que foram alvo de investidas criminosas, tenham o funcionamento restabelecido nesta segunda

Agência explodidaAgência explodida - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Fiscais do Procon-PE iniciam, nesta segunda-feira (13), as vistorias em instituições bancárias de 57 cidades de Pernambuco. O objetivo é que as agências, que foram alvo de investidas criminosas, tenham o funcionamento restabelecido das atividades.

O prazo de cinco dias para readequação, que foi dado, pela Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, aos bancos do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal e Itaú terminou no último domingo (12). Caso o Procon-PE comprove o não cumprimento da medida acautelatória aplicada no último dia 7, as instituições financeiras receberão multa. A punição é de R$ 100 mil por dia. Até o momento, nenhum banco se manifestou.

Veja também

Estudantes relatam temor de contágio e ansiedade antes do Enem
Enem

Estudantes relatam temor de contágio e ansiedade antes do Enem

Área técnica da Anvisa recomenda aprovação da Coronavac
Vacina

Área técnica da Anvisa recomenda aprovação da Coronavac