Professores da UFPE aderem a greve geral pela educação

O movimento ocorre nas próximas terça (2) e quarta-feira (3) em várias cidades do Brasil

A votação para decidir sobre a adesão ocorreu nesta segunda-feira (30)A votação para decidir sobre a adesão ocorreu nesta segunda-feira (30) - Foto: Divulgação

Após a União Nacional dos Estudantes (UNE) confirmar a realização de uma greve geral da educação nas próximas terça (2) e quarta-feira (3), professores da UFPE afirmaram, após votação nesta segunda-feira (30), que vão aderir ao movimento.

A decisão pela adesão foi tomada em Assembleia Geral Extraordinária que foi convocada pela diretoria da Associação dos Docentes da Universidade Federal de Pernambuco (Adufepe). A Adufepe também fará parte do grande ato no Congresso Nacional, em Brasília.

A convocação para a paralisação foi realizada pelas entidades estudantis Associação Nacional de Pós-graduandos (ANPG), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) e UNE. De acordo com comunicado no site oficial da UNE, as principais pautas dos protestos são o posicionamento contra cortes na Educação, contra a privatização de universidades públicas, pela liberdade de expressão e a garantia do pagamento de bolsas CNPq.

Leia também: 
Manifestantes saem às ruas do Recife durante a terceira mobilização nacional da educação
Ato em Brasília contra cortes na educação de Bolsonaro ocupa Esplanada


“ A Adufepe é a entidade mobilizadora da UFPE. Não queremos só apoio, precisamos de braços e pernas. Há uma linha que delimita bem os lados dessa batalha”, afirmou Vitória Pinheiro, diretora da União Nacional dos Estudantes.

A mobilização engloba diversas ações no Congresso Federal e nos demais estados do país. Ex-ministros da Educação e membros do Fórum Nacional Popular de Educação se reúnem na quarta-feira (2) para apresentar documentos com diagnósticos, propostas políticas e estratégias destinadas ao campo educacional.

Além da paralisação, no dia 3 de outubro foram confirmados atos em várias cidades do brasil. No Recife, a concentração será as 15h nas rua da Aurora, no bairro de Santo Antônio.

Veja também

Fachin determina que governo do Rio justifique operações policiais realizadas na pandemia
rio de janeiro

Fachin determina que governo do Rio justifique operações policiais realizadas na pandemia

Maria da Penha Virtual agiliza pedidos de medida protetiva no Rio
agressão

Maria da Penha Virtual agiliza pedidos de medida protetiva no Rio