Programa Ganhe o Mundo abre inscrições para cursos de línguas estrangeiras

Estão sendo oferecidas 15 mil vagas para os cursos de inglês, alemão e espanhol. As inscrições seguem até o próximo dia 25 de agosto

Programa Ganhe o MundoPrograma Ganhe o Mundo - Foto: Pedro Menezes/Divulgação

Incentivando a vivência cultural e a troca de experiências entre alunos pernambucanos e estrangeiros, o Programa Ganhe o Mundo abriu as inscrições para os cursos de língua estrangeira. O processo seletivo visa preencher 15 mil vagas nos cursos de inglês, espanhol e alemão. Para concorrer, os alunos precisam estar no primeiro ano do ensino médio de uma escola da rede estadual. As inscrições podem ser feitas através do site da secretaria e vão até o próximo dia 25 de agosto.

A importância e a necessidade de se ter um segundo idioma como diferencial é o mote que faz com que a Secretaria de Educação continue investindo no projeto - que se iniciou no ano de 2013. “O que a gente faz é acreditar no potencial dos alunos e investir em um segundo idioma para melhorar o currículo e fazer com que o aluno da rede pública - que, geralmente tem poucos recursos - se destaque quando estiver em processos seletivos. Hoje podemos dizer que o programa é um sucesso. Temos um ótimo feedback dos países parceiros dos nossos alunos e do desempenho deles”, destaca a coordenadora pedagógica do curso de línguas estrangeiras do Programa Ganhe o Mundo, Ângela Melo.

Das 15 mil vagas, 11.300 são destinadas para o estudo da língua inglesa, 3.600 para língua espanhola e 100 para língua alemã. Além de estudar na rede estadual, o aluno - que quiser cursar alguma das modalidades - precisa garantir a média mínima de 7 em português e em matemática no primeiro semestre de 2019.

Leia também:Ganhe o Mundo: 37 estudantes embarcam para os EUA nesta quinta
Gêmeos superam adversidade e entram no programa Ganhe o Mundo

Assim que lançado, o programa contava apenas com os cursos de inglês e espanhol. Agora, bastante consolidado, conta com o curso de alemão. “O sucesso da nossa parceria com o consulado da Alemanha é um diferencial bastante forte para o nosso programa. Tudo isso porque a gente já pode enviar mais alunos da rede pública para o país. Antes, só tinhamos Espanha como destino na Europa e, graças ao sucesso do programa, a gente consolidou uma parceria com o governo alemão e já estamos na terceira leva de alunos que estão indo conhecer a cultura e estudar a língua do país”, ressalta Angela.

O edital do processo seletivo e a relação das escolas que oferecem os cursos podem ser consultados na página da Secretaria de Educação. O aluno só tem direito a escolher um idioma. No momento da matrícula, o estudante precisa possuir o número do SIEPE (matrícula).

Veja também

Tribunal que julga impeachment de Witzel ouvirá 29 testemunhas
Brasil

Tribunal que julga impeachment de Witzel ouvirá 29 testemunhas

Quase 90% do desmatamento da Amazônia em Mato Grosso nos últimos 12 anos foi ilegal
Meio ambiente

Quase 90% do desmatamento da Amazônia em MT nos últimos 12 anos foi ilegal