A-A+

RMR

Projeto doa próteses auditivas a pessoas em situação de vulnerabilidade em Paulista

A Igreja do Amor de Paulista realizou o encaminhamento de 30 pessoas para a ação

Projeto social Sons do bemProjeto social Sons do bem - Foto: Divulgação

O projeto social "Sons do bem" inicia, nesta semana, a fase de  triagem para pessoas com perda de audição no município do Paulista, na Região Metropolitana do Recife (RMR). Como intuito, a ação visa A distribuir aparelhos auditivos para pessoas em situação de vulnerabilidade.

Inicialmente, aquelas com perdas de audição terão acompanhamento profissional, exames e, então, caso seja necessário, receberão as próteses. 

A Igreja do Amor de Paulista, que firmou parceria com a ação, selecionou 30 pessoas carentes da cidade para triagem, que será realizada estas quarta (28) e sexta-feiras (30). 

A ação é possibilitada pela Audivida, empresa de referência no ramo de próteses auditivas. A empresa vai investir cerca de R$ 60 mil na ação, entre consultas e doação de aparelhos. Além disso, os pacientes que receberem as próteses serão acompanhados por profissionais por um ano.

Cryslaine Fontes, de 23 anos, uma das selecionadas, convive com a surdez desde os dois anos de idade. Ela conta que se sente dependente, precisando de ajuda para fazer atividades simples, como sair de casa. Durante a pandemia, as dificuldades de interação e sociabilização aumentaram - por conta da obrigatoriedade do uso da máscara para evitar a disseminação da Covid-19, Cryslaine não consegue fazer a leitura labial.

A jovem relata que, desde a infância, sofre preconceito e o que a mais deixa triste é não poder ouvir as vozes dos três filhos. A dona de casa mora com as crianças e o marido, que mantém a família com trabalhos esporádicos. Segundo ela, a renda familiar é instável, não permitindo a aquisição de aparelho auditivo.

Dona Neuza Maria dos Santos, de 72 anos, também encontra no orçamento apertado a principal dificuldade para adquirir um aparelho que, segundo ela, faria uma grande diferença em sua vida. A idosa mora com duas filhas e uma neta. A família se mantém com um salário mínimo.

A perda de audição começou há cerca de dez anos e ocorreu de forma gradativa. Ela conta que, em alguns momentos, não consegue se comunicar, pois não ouve o que as outras pessoas falam. 

Serviço:
Triagem do projeto social Sons do bem
Quando: Quarta-feira, 28, e sexta-feira, 30, das 8h às 12h.
Onde: Área externa da Igreja do Amor de Paulista. (Endereço: PE-022, 777 - Nobre, Paulista)

Veja também

Governo estuda facilitar importação de produtos da cesta básica para reduzir preços
Cesta Básica

Governo estuda facilitar importação de produtos da cesta básica para reduzir preços

Redução de sódio nos alimentos pode prevenir 2,6 mil mortes em 20 anos
Saúde

Redução de sódio nos alimentos pode prevenir 2,6 mil mortes em 20 anos