Protetores faciais contra o coronavírus para recém-nascidos são utilizados na Tailândia

Os pequenos protetores faciais foram projetados pelo hospital para seu uso quando o bebê retorna para casa com os pais

Protetor facial para recém-nascidosProtetor facial para recém-nascidos - Foto: LILLIAN SUWANRUMPHA / AFP

Os hospitais de Bangcoc estão utilizando proteções faciais de plástico para os recém-nascidos, uma forma de prevenir a propagação do novo coronavírus. Os pequenos protetores faciais foram projetados pelo hospital para seu uso quando o bebê retorna para casa com os pais.

A Tailândia detectou 2.613 casos de Covid-19, com 41 mortes, um número relativamente pequeno, apesar de ter sido o primeiro país depois da China a registrar uma infeção. Bangcoc está atualmente sob bloqueio efetivo e um toque de recolher durante a noite mantém todos os veículos não essenciais fora das ruas.

Leia também:
Covid-19: Pernambuco soma 1.154 casos e mais de 100 mortes, entre elas a de um bebê de 7 meses
Técnico de enfermagem diabético e hipertenso sobrevive a Covid-19 e a H1N1

Medidas extraordinárias também foram adotadas no Hospital Praram 9, onde os recém-nascidos recebem protetores faciais, uma medida de precaução adota em outras maternidades de toda a capital.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

 

Veja também

Grécia suspende obrigação de usar máscaras ao ar livre
Pandemia

Grécia suspende obrigação de usar máscaras ao ar livre

Butantan deve receber no sábado mais 6 mil litros de IFA
Vacinas

Butantan deve receber no sábado mais 6 mil litros de IFA