Notícias

Quadrilha liderada por mulheres é desarticulada em operação da PF

Ao todo, foram 13 mandados de prisão preventiva; 13 mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos, em Caruaru, São Caetano, Bezerros e Limoeiro, no Agreste do Estado

Mulheres lideram organização criminosa atuante em São Caetano, e em Caruaru, no Agreste do estadoMulheres lideram organização criminosa atuante em São Caetano, e em Caruaru, no Agreste do estado - Foto: Divulgação/PF

Uma quadrilha especializada em tráfico de drogas, formada por sete mulheres e cinco homens, foi desarticulada, em ação integrada da Polícia Federal em Pernambuco e da Polícia Militar de Belo Jardim e Caruaru, na manhã desta terça-feira (21). Na operação, denominada “Raposa”, 13 mandados de prisão preventiva e 13 mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos, em Caruaru, São Caetano, Bezerros, e Limoeiro, no Agreste do estado.

A operação começou em julho de 2018, com o intuito de prender integrantes dessa organização criminosa com atuação nos municípios de São Caetano e Caruaru. De acordo com a PF, alguns dos principais suspeitos já haviam sido presos. Mesmo assim, a quadrilha continuou funcionando, já que esses presos permaneceram em contato com os outros integrantes da organização de dentro dos presídios, através de ligações telefônicas e visitas.

Leia também
Tráfico e organização criminosa são alvos de operação da Polícia
PF faz operação contra quadrilha acusada de fraudar seguro-desemprego
Crimes de falsificação de dinheiro são investigados pela Polícia Federal


Ainda segundo a PF, algumas mulheres estão tomando a frente no controle das atividades criminosas quando seus maridos são presos. Os suspeitos serão levados para a sede da PF em Caruaru, onde serão indiciados por tráfico de drogas e associação para o tráfico. As penas variam de cinco a 20 anos de prisão.

Veja também

Estado que "falhou" em execução com injeção letal tem lei que permite "pelotão de fuzilamento"
SERIAL KILLER

Estado que "falhou" em execução com injeção letal tem lei que permite "pelotão de fuzilamento"

Ex-professora doa US$ 1 bilhão para bancar mensalidade de todos os alunos de faculdade de medicina
Estados Unidos

Ex-professora doa US$ 1 bilhão para bancar mensalidade de todos os alunos de faculdade de medicina