Quadrilha que tentou sacar R$ 3 milhões em FGTS é desarticulada

Operação da Polícia Federal na manhã desta quarta cumpriu quatro mandados de prisão

Uma Segunda Chance Para AmarUma Segunda Chance Para Amar - Foto: Divulgação

Uma organização criminosa especializada em resgates fraudulentos de valores do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) foi desarticulada em uma operação deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta quarta-feira (19).

As investigações começaram no início de 2015, quando foi descoberto um esquema de saques irregulares de FGTS. Os integrantes da organização faziam os saques em nomes de terceiros em Pernambuco, Sergipe e Maranhão, utilizando documentos falsos.

Na manhã desta quarta-feira (19), 35 policiais federais estão cumprindo quatro mandados de prisão preventiva e oito mandados de busca e apreensão, nos bairros da UR 10 e Afogados, na Região Metropolitana do Recife, em Caruaru, no Agreste, e em São José dos Campos, São Paulo.

De acordo com as investigações, o grupo tentou resgatar mais de 3 milhões de valores indevidos do FGTS. Até agora está confirmado o prejuízo de R$ 800 mil aos cofres públicos.

Os integrantes da organização podem ser responsabilizados pela pratica de estelionato qualificado, crime continuado e associação criminosa e podem pegar até 20 anos de prisão. Após fazer exames de corpo de delito, os suspeitos serão encaminhados para Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (COTEL).

Veja também

Brasil soma mais 26.979 novos casos e 432 mortes por Covid-19 nas últimas 24h
CORONAVÍRUS

Brasil soma mais 26.979 novos casos e 432 mortes por Covid-19 nas últimas 24h

Jovem de 18 anos é encontrada morta em cisterna de casarão em Jaboatão dos Guararapes, na RMR
Jaboatão

Jovem de 18 anos é encontrada morta em cisterna de casarão