Incêndio no Pina

Um novo dia de prestação de serviços para a comunidade do Pina afetada por fogo nas palafitas

Prefeitura do Recife segue com serviços de saúde e assistência, além da entrega de cestas básicas e colchões

Moradores da Bacia do Pina foram em busca dos serviços oferecidos pela Prefeitura do RecifeMoradores da Bacia do Pina foram em busca dos serviços oferecidos pela Prefeitura do Recife - Foto: Marconi Meireles/Folha de Pernambuco

A Prefeitura da Cidade do Recife (PCR) está dando continuidade, nesta quarta-feira (11), aos serviços de saúde e assistência oferecidos aos moradores da Bacia do Pina afetados pelo incêndio da última sexta (6) em palafitas da região, que fica na Zona Sul do Recife. O fogo gerou prejuízos para mais de 100 famílias - muitas delas relatam que perderam tudo para as chamas.
 
Assim como ocorreu na terça, os serviços estão sendo disponibilizados na sede do Centro Esportivo do Pina. Pela manhã, os moradores tiveram acesso a consultas e exames médicos, orientações quanto ao uso de medicamentos e aplicação de vacinas.

Para os adultos, estavam disponíveis os imunizantes contra a gripe e a covid-19. Já as crianças, além dessas duas vacinas, também podiam ser imunizadas contra o sarampo. Elas recebiam ainda um kit com creme dental e escova de dentes, além de orientações sobre saúde bucal.
 
O posto de atendimento montado no centro esportivo também disponibilizou o encaminhamento para emissão de documentos, como Carteira de Identidade e certidões de Nascimento, Casamento e Óbito. Muitos dos moradores que tiveram as casas atingidas pelo incêndio perderam a documentação com o fogo.
 
À tarde, serão entregues cestas básicas e colchões. Segundo a Prefeitura do Recife, as pessoas que recebem os itens foram cadastradas pelo poder municipal após o incêndio. 

Na terça, o levantamento foi atualizado após uma reunião da PCR com a comissão de moradores e incluiu o nome de outros moradores que ainda não haviam sido contemplados. 
 
De acordo com a prefeitura, no primeiro dia da ação foram atendidas 22 pessoas para o encaminhamento da emissão de documentos. Os serviços são oferecidos gratuitamente.
 
“Iniciamos a emissão de documentos na comunidade do Pina, onde ocorreu o incêndio, a partir do último sábado. Ontem e hoje ainda continuamos com esse serviço, fazendo o encaminhamento para a retirada gratuita de Certidão de Nascimento e agendamento, após a retirada da certidão, para poder providenciar o documento de identidade”, detalhou a secretária de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos do Recife, Ana Rita Suassuna. 
 
O pescador Jailson Gomes, de 40 anos, é pai de seis filhos e precisou se mudar para a casa da mãe após o incêndio. “Perdi tudo. Eu vou ver se consigo agora os documentos. É uma grande ajuda esse serviço aqui porque, se fosse para pagar, não tinha condição”, disse.

Ele levou três filhos para se vacinar nesta manhã. “Vim com os meninos e ainda tem mais três em casa. Se precisasse ir em outro local, teria custo de passagem, lanche, essas coisas. Como é que ia fazer se ninguém tem condições? Estou morando na casa da minha mãe porque não temos onde ficar”, contou.
 
A dona de casa Esther da Silva, de 55 anos, passou por consulta médica no ponto montado no Centro Esportivo do Pina. “Descobri que eu tenho problema de pressão, vou ter que tomar remédio todo dia”, comentou. “Já saí com a receita daqui e vou buscar os remédios na policlínica. É boa essa ação porque pelo menos tem médico para atender a gente, gostei muito. Isso deveria acontecer sempre”, acrescentou.
 
O aposentado Eufrásio Henrique, de 73 anos, é morador do bairro do Pina e tomou a dose de reforço contra a covid-19. “Eu acho essa uma ação benéfica para todos nós, principalmente porque a gente não precisa estar se deslocando, já que a vacina está sendo aplicado no bairro”, pontuou.

Veja também

Cidades da Mata Sul de Pernambuco registram enchentes nesta sexta-feira (1º)
Chuvas

Cidades da Mata Sul de Pernambuco registram enchentes nesta sexta-feira (1º)

Equador reduz tarifas de combustível após fim de protestos indígenas"
Mundo

Equador reduz tarifas de combustível após fim de protestos indígenas"