MUNDO

Quase 100% da população urbana da UE está exposta à poluição atmosférica

População urbana esteve exposta a concentrações de partículas finas superiores a 5 microgramas (µg) por metro cúbico

Poluição atmosféricaPoluição atmosférica - Foto: Pexels

Apesar da redução das emissões, graças às restrições impostas para combater o coronavírus, 96% dos residentes urbanos da União Europeia (UE) estiveram expostos a partículas finas acima dos limites em 2020 - advertiu a Agência Europeia de Meio Ambiente (AEMA) nesta sexta-feira (1º).

Pelo menos "96% da população urbana esteve exposta a concentrações de partículas finas (PM2,5) superiores ao valor médio anual de 5 microgramas (µg) por metro cúbico recomendado pela OMS", que endureceu suas normas em setembro, alertou a AEMA.

Como as normas europeias são menos estritas e estão fixadas em 15µg/m³ para as partículas finas, apenas 1% da população das cidades vive acima do limite.

"Os dados põem em evidência a distância que separa as normais legais da UE - estabelecidas, em sua maioria, em torno do ano 2000 - e as últimas diretrizes de 2021 da Organização Mundial de Saúde (OMS) (...) baseadas em um exame profundo dos testes científicos sobre como a poluição atmosférica prejudica a saúde", disse à AFP Alberto González Ortiz, especialista em qualidade do ar da AEMA. 

Segundo ele, está sendo feita uma revisão das diretrizes europeias sobre o tema, com o objetivo de ajustar as normas adotadas em relação às recomendações da OMS.

Veja também

Moradores fecham pista da av. Agamenon Magalhães após fio de alta tensão cair em rua da Zona Norte
Recife

Moradores fecham pista da av. Agamenon após fio de alta tensão cair em rua da Zona Norte

Índia proíbe plásticos de uso único para combater o desperdício
Meio Ambiente

Índia proíbe plásticos de uso único para combater o desperdício