Quase 18 mil ingressos já vendidos para jogo decisivo

Ao melhor estilo Tim Maia com seu “não quero dinheiro, eu só quero amar”, a diretoria do Sport vai manter a promoção que consiste na gratuidade para os sócios.

Alckmin recebeu a cúpula do PSB em jantar no Palácio dos Bandeirantes, inlcuindo o governador Paulo Câmara para um jantar no Palácio dos BandeirantesAlckmin recebeu a cúpula do PSB em jantar no Palácio dos Bandeirantes, inlcuindo o governador Paulo Câmara para um jantar no Palácio dos Bandeirantes - Foto: Divulgação

 

Vale tudo na inglória luta contra o rebaixamento. Até mesmo abrir mão da parte financeira. Ao melhor estilo Tim Maia com seu “não quero dinheiro, eu só quero amar”, a diretoria do Sport vai manter a promoção que consiste na gratuidade para os sócios.

Além disso, os bilhetes para o “torcedor comum” serão vendidos a R$ 10, com exceção dos setores de cadeiras e ampliação, para o jogo desta quinta-feira, novamente decisivo, contra a Ponte Preta, na Ilha do Retiro.
Ontem, todos os ingressos para arquibancada frontal (6.529 lugares) e para as sociais (3.500 lugares) já estavam esgotados. No total, 17.390 ingressos já foram comercializados. “É hora de chamar mais uma vez o torcedor para nos apoiar. Com a massa apoiando, o nosso time vai corresponder dentro de campo”, disse o treinador Daniel Paulista.
Arbitragem
Alvo da polêmica na partida Palmeiras 2x1 Sport, o árbitro Ricardo Marques Ribeiro não citou na súmula do jogo as declarações de Diego Souza e Rithely após a partida. O presidente João Humbertou Martorelli registrou seu protesto junto à Comissão de Arbitragem Nacional pelo erro do juiz ao não marcar um pênalti a favor dos pernambucanos, ainda no primeiro tempo.

 

Veja também

Mutirão da Rede de Fisioterapia de Olinda atenderá 140 pacientes nesta terça-feira (27)
Saúde

Mutirão da Rede de Fisioterapia de Olinda atenderá 140 pacientes nesta terça-feira (27)

Vacina de Oxford gera 'resposta imune forte' em idosos, diz jornal
Covid-19

Vacina de Oxford gera 'resposta imune forte' em idosos, diz jornal