Quase 90% não se sentem seguros em comprar no Centro do Recife, diz pesquisa

Levantamento feito pela CDL foi divulgado nesta terça-feira (25); 521 pessoas foram ouvidas entre 17 e 20 de abril

Setor de comércio e serviços deve começar as contratações de final de anoSetor de comércio e serviços deve começar as contratações de final de ano - Foto: Leo Motta/Folha de Pernambuco

Pesquisa realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) do Recife revelou que 88,9% dos entrevistados não consideram o Centro da cidade um local seguro para compras. O levantamento também apontou que 77,4% não veem policiamento nas ruas dessa região, que recebe cerca de 850 mil pessoas todos os dias, seja para trabalhar, consumir ou visitar. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (25).

A pesquisa foi realizada no bairro da Boa Vista, entre os dias 17 e 20 de abril. Ao todo, 521 pessoas, de ambos os gêneros, acima de 18 anos, foram consultadas. Deste grupo, 74,3% afirmaram ir ao Centro utilizando transporte público. O estudo registrou ainda que 69,9% dos entrevistados já sofreram ou presenciaram algum assalto na área.

De acordo com a CDL, a demanda para o estudo surgiu com a grande quantidade de queixas dos lojistas sobre a insegurança na localidade. A associação afirma que já foram realizadas reuniões com o 16º Batalhão da Polícia Militar, responsável pelo Centro da capital, para reportar as ocorrências e uma carta oficial foi enviada no último dia 27 de março ao Governo do Estado.

Veja também

Governo de Pernambuco faz nova ameaça de restringir acesso aos parques
Covid-19

Governo de Pernambuco faz nova ameaça de restringir acesso aos parques

Brasil tem 1.340 mortes e mais de 64 mil casos da Covid-19 registrados em 24 horas
Boletim Pandemia

Brasil tem 1.340 mortes e mais de 64 mil casos da Covid-19 registrados em 24 horas