Quatro suspeitos de torturar grupo em praia de Igarassu são presos

Vítimas foram ameaçadas e cortadas com facão. Detalhes sobres as prisões serão divulgados pela polícia na tarde desta terça

Praia de Mangue Seco, em Igarassu Praia de Mangue Seco, em Igarassu  - Foto: Wikimedia Commons

Quatro suspeitos foram presos por torturar e manter refém um grupo com 21 pessoas, sendo 11 adultos e 10 crianças, na praia de Mangue Seco, município de Igarassu, na Região Metropolitana do Recife (RMR), no fim de semana. Eles utilizaram essas armas tanto para intimidar as vítimas a darem seus pertences quanto para feri-las. Os detalhes sobre as prisões serão divulgados na tarde desta terça-feira (11) em coletiva de imprensa realizada pela Polícia Civil. 

Leia também:
Grupo é feito refém e torturado por criminosos em praia de Igarassu
Traficante é preso em Gravatá

O grupo estaria acampando na praia quando os suspeitos chegaram. As vítimas relataram que eles foram bastante agressivos e aparentavam estar sob efeitos de drogas. Mesmo após as vítimas entregarem todos os pertences, eles teriam continuado fazendo ameaças pedindo mais objetos de valor. Por conta disso, ameaçaram e torturaram os integrantes do grupo.

Cinco pessoas ficaram feridas, sendo três homens, uma mulher e um adolescente de 15 anos. Eles sofreram cortes em diversas partes do corpo. Um dos criminosos ainda tentou disparar a arma de fogo contra eles, mas ela falhou.

Veja também

Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas
BRASIL

Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas

Pernambuco ganha lei que concede anistia de IPVA vencidos em 2020 para motos
QUITAÇÃO DE DÍVIDAS

Pernambuco ganha lei que concede anistia de IPVA vencidos em 2020 para motos