Rafaela Silva fatura título que faltava: o ouro no Pan

Rafaela Silva já tem um bronze (Toronto 2015) e uma prata (Guadalajara 2011) na competição continental

Judoca brasileira segue brilhando no tatameJudoca brasileira segue brilhando no tatame - Foto: Ernesto Benavides/AFP

Campeã olímpica e mundial, a judoca Rafaela Silva, de 27 anos, conquistou nesta sexta-feira (9) a única medalha que faltava no currículo, o ouro dos Jogos Pan-Americanos na categoria para atletas até 57 kg.

A medalha dourada, conquistada após a final contra a dominicana Ana Rosa, completará a coleção de Rafaela, que já tem um bronze (Toronto 2015) e uma prata (Guadalajara 2011) na competição continental.

Leia também:
Brasil busca mais medalhas na reta final do Pan
Brasil passa pelo EUA e avança no vôlei feminino do Pan
Pan: irmãos garantem prata para o Brasil no remo


No primeiro confronto do dia, Rafaela encarou a norte-americana Amelia Fulgentes. A judoca brasileira começou a luta mais agressiva e, ao tentar impedir as ações de Rafaela, Amelia foi logo punida com um shido. O cenário voltou a se repetir outras duas vezes e resultou na vitória da campeã olímpica por ippon.

O duelo seguinte de Rafaela, válido pela semifinal do torneio, foi disputado contra a cubana Anailys Dorvigny. Muito superior à adversária, a brasileira precisou de menos de dois minutos para projetar as costas da adversária no tatame, dar um ippon e carimbar a vaga na decisão.

Veja também

Enem: estudantes tem até 1º de outubro para inserir foto no cadastro
Enem 2020

Enem: estudantes tem até 1º de outubro para inserir foto no cadastro

Revista Time elege Felipe Neto e Bolsonaro entre 100 mais influentes do mundo
Lista

Revista Time elege Felipe Neto e Bolsonaro entre 100 mais influentes do mundo