Rafaela Silva será porta-bandeira do Brasil no encerramento

Judoca foi escolhida pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) para carregar bandeira nacional na cerimônia

Rafaela conquistou em Lima o título que faltava na carreira Rafaela conquistou em Lima o título que faltava na carreira  - Foto: Wander Roberto/COB

A campeã olímpica, mundial e agora também pan-americana Rafaela Silva foi escolhida pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) para carregar a bandeira nacional na cerimônia de encerramento dos Jogos Pan-Americanos Lima 2019, que ocorre neste domingo, a partir das 21h.

Leia também:
Rafaela Silva fatura título que faltava: o ouro no Pan
Rafaela Silva conquista segundo ouro no Circuito Mundial

A judoca, que já havia conquistado a prata em Guadalajara 2011 e o bronze em Toronto 2015, faturou a única medalha que faltava em sua vitoriosa carreira: o ouro, após vencer a cubana Anailys Dorvigny. Anteriormente, ela já havia sido campeã mundial sub-20 em 2008, mundial adulta em 2013, mundial militar em 2015 e olímpica em 2016.

Vale lembrar que na abertura dos jogos na capital peruana, o COB já havia escolhido duas mulheres como porta-bandeiras da delegação brasileira - as campeãs olímpicas, mundiais e também pan-americanas da vela Martine Grael e Kahena Kunze.

Veja também

Pernambuco registra 629 casos e 11 mortes pela Covid-19 nas últimas 24h
Coronavírus

Pernambuco registra 629 casos e 11 mortes pela Covid-19 nas últimas 24h

'Nada do que foi dito é verdade', diz defesa do suspeito de matar a dentista Emelly Nayane da Silva
Feminicídio

'Nada do que foi dito é verdade', diz defesa do suspeito de matar a dentista Emelly Nayane da Silva