Rafaela Silva será porta-bandeira do Brasil no encerramento

Judoca foi escolhida pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) para carregar bandeira nacional na cerimônia

Rafaela conquistou em Lima o título que faltava na carreira Rafaela conquistou em Lima o título que faltava na carreira  - Foto: Wander Roberto/COB

A campeã olímpica, mundial e agora também pan-americana Rafaela Silva foi escolhida pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) para carregar a bandeira nacional na cerimônia de encerramento dos Jogos Pan-Americanos Lima 2019, que ocorre neste domingo, a partir das 21h.

Leia também:
Rafaela Silva fatura título que faltava: o ouro no Pan
Rafaela Silva conquista segundo ouro no Circuito Mundial

A judoca, que já havia conquistado a prata em Guadalajara 2011 e o bronze em Toronto 2015, faturou a única medalha que faltava em sua vitoriosa carreira: o ouro, após vencer a cubana Anailys Dorvigny. Anteriormente, ela já havia sido campeã mundial sub-20 em 2008, mundial adulta em 2013, mundial militar em 2015 e olímpica em 2016.

Vale lembrar que na abertura dos jogos na capital peruana, o COB já havia escolhido duas mulheres como porta-bandeiras da delegação brasileira - as campeãs olímpicas, mundiais e também pan-americanas da vela Martine Grael e Kahena Kunze.

Veja também

Brasil acumula 141.406 mortes pelo novo coronavírus
Saúde

Brasil acumula 141.406 mortes pelo novo coronavírus

Trump indica Amy Coney Barrett para Suprema Corte
internacional

Trump indica Amy Coney Barrett para Suprema Corte