Mobilidade

Ramal da Copa apresenta problemas estruturais

Motoristas se queixam de buracos, mato alto, falta de sinalização e de assaltos na via que foi pensada para ligar o TI Camaragibe à Arena Pernambuco

Ramal da CopaRamal da Copa - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Concebido para ligar o Terminal Integrado (TI) de Camaragibe à Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata, o Ramal da Copa atualmente exibe problemas estruturais. Ao longo de seus seis quilômetros de extensão, a via praticamente não tem sinalização visível e o mato é alto em quase todo o percurso. No período da noite, e em dias de chuva, a situação fica ainda pior, segundo motoristas que costumam passar pelo local. Também é comum ver vários animais, como bois, vacas e cavalos, atravessando a pista.

Quem se aventura em passar pela estrada de carro, moto, bicicleta ou até mesmo a pé reclama dos riscos. É o caso do operador de máquinas Moisés Marques, 37 anos, que diariamente trafega pelo Ramal da Copa. Ele conta que só passa pelo local porque é o único caminho para chegar em casa. “À noite fica ainda pior para dirigir pois com a falta de iluminação muitos buracos passam despercebidos e a gente acaba caindo neles. Parece que a pista foi feita com material que não é resistente”, reclama. Em um trecho da via o buraco que se formou está tão grande que moradores da área colocaram uma placa para alertar os motoristas.

Leia também:
Moradores protestam para que bairros voltem a pertencer a Timbaúba
Prefeitura quer ajuda para moradores do entorno da tubulação de Tapacurá


Quem já passou por uma situação de risco foi o filho da aposentada Maria das Neves, 62. Ela afirma que os acidentes na via são recorrentes. “O pneu do carro do meu filho estourou quando ele caiu no buraco. Além do susto que tivemos na hora, ficamos no prejuízo. É revoltante ver que tanto dinheiro foi investido em uma obra tão importante para a Copa, mas que hoje está jogada às moscas”, lamenta.

A aposentada denuncia ainda que constantemente fica sabendo de casos de assaltos ocorridos à noite na via. “Eu nunca vejo viatura da polícia passar por aqui”, comenta. Em nota, a Polícia Militar (PM) informou que o policiamento no Ramal da Copa é realizado por Guarnições Táticas, motopatrulheiros e equipes de força como Grupo de Apoio Tático Itinerante (GATI) e Contrarresposta.

Outro problema é o viaduto que fica exatamente no limite entre Camaragibe e São Lourenço. Das seis faixas de rolamento previstas, apenas duas funcionam. Com o abandono das obras do equipamento pelo consórcio construtor contratado e a necessidade da realização do levantamento dos remanescentes, a finalização do Ramal da Copa foi retomada, após licitação, em 2017 com serviço estrutural no Viaduto V2.

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação do Estado, essa etapa foi finalizada em outubro de 2018 e teve investimento de R$ 4,7 milhões. Porém, o viaduto continua interditado e sem poder ser usado pelos motoristas. Ainda segundo o órgão, estão em tramitação as licitações para os projetos complementares que finalizam o Ramal da Copa, que incluem infraestrutura, iluminação e sinalização.

Responsabilidades
Em nota, a Prefeitura de Camaragibe, por meio da Secretaria de Serviços Públicos, informou que a iluminação de parte da via do Ramal da Copa que pertence ao município está toda restaurada. Além disso, a nota informa que foi realizada a operação Tapa-Buraco em um trecho e nesta semana será feito no outro trecho restante, finalizando, assim, toda reestruturação da via. “Em relação à capinação, informamos que a mesma tem sido feita frequentemente dentro da escala de programação das equipes por bairro”, diz a nota.

Já a Prefeitura de São Lourenço da Mata informou que a parte do Ramal que corresponde ao município receberá visita de técnicos da Secretaria de Infraestrutura. A prefeitura se comprometeu ainda em fazer a manutenção da iluminação pública o quanto antes, além de iniciar, nesta semana, o serviço de capinação na via. Já sobre os buracos, a prefeitura fará um levantamento do que será necessário para realizar a “Operação Tapa Buracos”, e, em um prazo de 30 dias, estará solucionando o problema.

Veja também

Joe Biden toma posse como 46º presidente dos Estados Unidos
Posse de Biden e Harris

Joe Biden toma posse como 46º presidente dos Estados Unidos

Assista ao vivo à cerimônia de posse de Joe Biden e Kamala Harris
Estados Unidos

Assista ao vivo à cerimônia de posse de Joe Biden e Kamala Harris