Coronavírus

Recife chega a duas mil altas, em hospitais de campanha, de pacientes com Covid-19

Prefeito Geraldo Julio (PSB)Prefeito Geraldo Julio (PSB) - Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

Cem dias após a abertura do primeiro hospital de campanha construído pela Prefeitura do Recife para atender pacientes com suspeita ou confirmação de Covid-19, a rede municipal chega a marca de duas mil altas de pacientes. O prefeito Geraldo Julio anunciou o feito na manhã desta sexta-feira (10), quando a rede de leitos municipais para Covid-19 também superou mais de 12 mil atendimentos realizados. 

“Os hospitais de campanha da Prefeitura chegaram a duas mil altas. Quero agradecer a todos que fizeram essas unidades virarem realidade. Aos pedreiros, pintores, eletricistas, arquitetos, engenheiros e também à equipe da Secretaria de Saúde. Gostaria de fazer um agradecimento especial aos profissionais de saúde e a todos os outros que trabalham no funcionamento desses hospitais”, declarou o prefeito Geraldo Julio.

Para o gestor, notícias como esta fazem valer a pena o esforço dos recifenses para enfrentar a pandemia. “Muito mais importante que o número, essa marca representa famílias que viram uma pessoa ficar doente em casa, precisar de um atendimento hospitalar, ser atendida em um desses hospitais de campanha e agora voltar para casa, salva da covid. Isso mostra que o esforço feito pelos recifenses e pela Prefeitura para enfrentar a pandemia, tem sido muito importante”, pontuou. 

Em 40 dias, após a decretação da pandemia de Covid-19, Prefeitura do Recife mobilizou uma rede com sete hospitais de campanha que chegaram a ter mil leitos, entre enfermarias e UTIs. Essa rede já realizou 12 mil atendimentos a pacientes com sintomas respiratórios, 4.200 internações e registrou as duas mil altas. Com a queda nos indicadores há mais de 45 dias na cidade, foi iniciada a reorganização da rede de emergência, com a desmobilização de 300 leitos de enfermaria e ampliação das UTIs. Hoje são 724 leitos, sendo 342 UTIs e 382 enfermarias.

Veja também

Brasil terá maior fábrica de vacinas da América Latina
Vacina

Brasil terá maior fábrica de vacinas da América Latina

Senado aprova uso de recursos para compra de máscaras e álcool
notícias

Senado aprova uso de recursos para compra de máscaras e álcool