Recife entrega centro de mosquitos estéreis para combater arboviroses

Insetos “devem competir com os machos selvagens para controle da população dos mosquitos, transmissores das arboviroses”, segundo o secretário de Saúde do Recife, Jaílson Correia

Entrega do Cemer, no RecifeEntrega do Cemer, no Recife - Foto: Gabriela Castello Buarque/Folha de Pernambuco

Foi inaugurado na manhã desta terça-feira (18) o Centro de Mosquitos Estéreis do Recife (Cemer), o centro que faz parte do Plano de Enfrentamento às Arboviroses 2019, é uma das estratégias utilizadas pela Prefeitura do Recife (Cemer) para controle do Aedes aegypti - transmissor da dengue, zika e chikungunya.

O plano consiste na liberação de mosquitos estéreis, que, segundo o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, “devem competir com os machos selvagens para controle da população dos mosquitos, transmissores das arboviroses”.

Leia também:
Prefeitura do Recife lança aplicativo para mapear focos de mosquitos


A primeira liberação dos mosquitos está prevista para o março de 2019, seguindo a lógica do manejo ambiental integrado. O Centro terá a capacidade de produção de 250 mil mosquitos por semana, podendo chegar a 1 milhão por mês.

“A pesquisa, que consiste em liberar mosquitos estéreis na natureza, para controle da população do Aedes aegypth e diminuição da incidência dessas doenças é pioneira, e coloca o Recife na frente do mundo inteiro” afirmou o prefeito Geraldo Júlio.

Veja também

MEC divulga escolas que receberão apoio do Programa Brasil na Escola
Educação

MEC divulga escolas que receberão apoio do Programa Brasil na Escola

Primeiro lote com 62.250 doses da vacina da Janssen chega a Pernambuco
Coronavírus

Primeiro lote com 62.250 doses da vacina da Janssen chega a Pernambuco