Recife lança plano de ação 2017 contra arboviroses e mantém situação de emergência

Serão 81 ações de controle intersetorial do mosquito, sendo 23 da área de saúde

Eriberto Medeiros é o atual presidente da CasaEriberto Medeiros é o atual presidente da Casa - Foto: Arthur Mota/Arquivo Folha

Um plano de ações para 2017 contra as arboviroses foi lançado pela Prefeitura do Recife nesta quarta-feira (30). Serão 81 ações de controle intersetorial do mosquito Aedes aegypti, sendo 23 da área de saúde, informou o prefeito Geraldo Julio em coletiva de imprensa realizada nesta tarde na sede da PCR, na avenida Cais do Apolo, área central da capital pernambucana.

Em 2015, foram implantadas 54 ações, sendo 11 de saúde o que reduziu para 1,2% o Levantamento Rápido do Índice de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), menor percentual nos últimos dez anos, conforme a PCR. Mesmo com a redução do índice, a gestão pretende renovar o decreto de situação de emergência, com o objetivo de diminuir ainda mais o LIRAa.

Entre as propostas, está a ampliação da distribuição das ovitrampas, espécie de armadilhas contra o mosquito transmissor dos vírus da dengue, chikungunya e também do zika, que pode provocar a Síndrome Congênita e outras deficiências em bebês.

Parte do plano também inclui a ampliação das brigadas contra a proliferação do Aedes aegypti em instituições públicas e privadas, entre outras. Várias secretarias participam das ações.

Veja também

Suspeito do acidente com morte na Estrada de Aldeia é liberado após pagar fiança de R$ 200 mil
RMR

Suspeito do acidente com morte na Estrada de Aldeia é liberado após pagar fiança de R$ 200 mil

TI Afogados operará como integração temporal a partir deste sábado, 31
Mobilidade

TI Afogados operará como integração temporal a partir deste sábado, 31