Recife receberá 30 mil novos pontos de LED

Iluminação será instalada em locais apontados pelo Pacto Pela Vida como prioritários para a redução dos índices de criminalidade na capital

Coque é um dos locais atendidos pelo programa Ilumina RecifeCoque é um dos locais atendidos pelo programa Ilumina Recife - Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

Prevenir a violência nas áreas mais carentes da cidade se tornou um dos focos do programa Ilumina Recife. Trinta mil novos pontos em LED serão instalados em locais apontados pelo Pacto Pela Vida (PPV) como prioritários para a redução dos índices de criminalidade na capital. O mapeamento abrange 145 comunidades em 51 bairros da cidade. Os detalhes do projeto foram apresentados nesta quinta-feira (10) pela prefeitura, juntamente com as secretarias de Planejamento e Gestão e de Defesa Social de Pernambuco.

Coque, Comunidade do Papelão, Sítio do Berardo, Comunidade do Bode, Vila São Miguel e Vila dos Milagres são exemplos de localidades que serão contempladas na nova etapa. Entre os critérios para a escolha das beneficiadas está a vulnerabilidade da área para crimes violentos contra o patrimônio, baseada nos dados do PPV e a avaliação qualitativa dos comandantes da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) quanto à iluminação deficiente de certas áreas enquanto fator determinante de ocorrências violentas.

Leia também:
Avenidas do Recife recebem melhorias no sistema de iluminação
Projeto de iluminação para o Morro da Conceição é apresentado em seminário no Rec'n'Play


Até o final deste ano, 15 mil pontos já vão ser instalados nas comunidades, representando um investimento de R$ 17 Milhões. Os outros 15 mil pontos serão instalados até o final de abril de 2020. "Essa ação vai possibilitar que as pessoas possam aproveitar mais o espaço público, ter mais convívio com os vizinhos, e muito mais segurança, por consequência. Já fizemos as grandes avenidas, com a instalação de oito mil pontos. Com os 30 mil desta etapa chegaremos a 40% de todo o parque de iluminação pública da capital”, disse o prefeito Geraldo Julio.

Em algumas ruas do Coque, na Joana Bezerra, Centro, a iluminação já chegou. Moradora da região, Paloma Martins de 25 anos contou que já sente mudanças no dia a dia da vizinhança. “A iluminação melhorou muito na nossa rua. A minha loja, que antes era muito escura, com a claridade melhorou até o movimento. As crianças também aproveitam mais a praça, então estamos todos muito felizes, só temos a agradecer”, contou Paloma.

A tecnologia LED representa inúmeras vantagens em relação à de vapor de sódio tais como a redução no consumo de energia elétrica de pelo menos 12,5%, podendo alcançar até 50,73% nas substituições de luminárias de maiores potências. Além disso, os novos equipamentos em LED são 214,81% mais eficiente do que as luminárias vapor de sódio existentes; e permite que ao final de 50 mil horas de utilização ainda seja garantido pelo menos 70% do fluxo luminoso inicial projetado.

Segundo o secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antônio de Pádua, o crime acontece por causa de três fatores: o criminoso, a vítima e o ambiente propício. "Se você exclui um desses pontos, o crime não acontece. Isso é justamente o que estamos vendo hoje. Com base em dados técnicos, em áreas que necessitam efetivamente de uma melhoria na qualidade da iluminação, estamos reduzindo justamente um desses fatores para que o crime não aconteça”, destacou Pádua.

Veja também

Mais de um milhão de mortes por Covid-19 registradas no mundo, aponta agência
Covid-19

Chega a mais de 1 milhão o número de pessoas mortas por Covid-19, diz agência

Covid-19: Brasil confirma 14.318 casos e 335 mortes nas últimas 24 horas
CORONAVÍRUS

Brasil confirma 14.318 casos e 335 mortes em 24 horas