REC'n'Play já planeja a edição do próximo ano com espaço para negócios

A modalidade será voltada para atrair empresários e conseguir gerar novos negócios durante o Festival

3° edição do Rec'n'play3° edição do Rec'n'play - Foto: Ed Machado/ Folha de Pernambuco

Durante os quatro dias do Festival REC’n’Play, mais de 35 mil pessoas circularam pelas ruas do Bairro do Recife, superando as expectativas dos realizadores. E para 2020, uma das novidades em discussão é a edição REC’n’Play Business. Será um evento a parte, mas que deve acontecer em paralelo com o Festival. "Essa nova modalidade, que deve ser paga, é exclusiva para atrair empresários e assim conseguir gerar novos negócios", revela o presidente do Porto Digital, Pierre Lucena.

O evento, que recebeu mais de 700 palestrantes e convidados e cerca de 400 palestras, workshops, oficinas e atividades gratuitas, superou a expectativa inicial de 20 mil pessoas e fez um ‘barulho’ positivo na cidade, além do que era esperado pelo Porto Digital. “O Festival foi extremamente positivo e conseguiu deixar o bairro bastante agitado. Conseguimos atingir nosso objetivo de criar uma atmosfera pró-tecnologia na cidade. É um evento com muitas opções legais, voltado para o jovem que está fazendo suas escolhas para o futuro”, explica.

Ainda de acordo com Lucena, o investimento para um evento como este custaria cerca de R$ 2 milhões. Contudo, mais da metade do aporte financeiro vem de parcerias que custeiam o Festival. Lucena ainda revela que já está nos preparativos e diálogos para a próxima edição no REC’n’Play. “No próximo ano, ao que tudo indica, ainda serão quatro dias de evento. Além disto, pretendemos colocar ainda mais eventos de rua, com experimentações como a arena de drones. Estamos em busca também de atrair cada vez mais crianças para circular pela cidade para elas se habituarem com esse ecossistema de tecnologia e economia criativa”, acrescenta.

Leia também: 
UFPE debate Ciência e Tecnologia no REC'n'Play
Último dia do Rec'n'play tem oficinas de pintura e desafios tecnológicos
Empreendedorismo e tecnologia para formação de jovens é tema do festival REC'n'Play

Durante os quatro dias, vários nomes importantes passaram pela cidade como André Ferraz (CEO da In Loco), Tânia Cosentino (Presidente da Microsoft Brasil), Philipp Schiemer (CEO Mercedes-Benz do Brasil), os jornalistas Luis Nassif e Caco Barcelos, entre outros. Além destes outros grande nomes, o evento contou com espaços voltados para empreendedorismo e mesas redondas com debate sobre Ciência, Tecnologia e Inovação. “Foi um acerto trazer nomes como estes e tantos outros para o Festival. Isso gerou uma atratividade muito grande e o grande desafio é manter da mesma forma para o próximo ano. Conhecido também como ‘carnaval’ de conhecimento, este Festival consegue trazer pluralidade para a cidade do Recife”, concluiu Lucena.

Veja também

Pinguim é achado morto com máscara no estômago no litoral de SP
meio ambiente

Pinguim é achado morto com máscara no estômago no litoral de SP

Justiça do Rio determina monitoramento de Flordelis com tornozeleira eletrônica
justiça

Justiça do Rio determina monitoramento de Flordelis