Reconhecimento facial não será utilizado contra assédio nos ônibus

As câmeras comuns (quatro em cada ônibus), em conjunto com informações do uso do VEM, continuarão a ser utilizadas pela Polícia, quando necessário.

Ao contrário do que foi publicado na Folha de Pernambuco nesta sexta-feira (24), a tecnologia do reconhecimento facial não será utilizada para identificar agressores sexuais no transporte público.

Na verdade, as câmeras comuns (quatro em cada ônibus), em conjunto com informações do uso do VEM, continuarão a ser utilizadas pela Polícia, quando necessário.

Veja também

Pernambuco registra 1.652 novos casos e 25 novas mortes pela Covid-19 em 24h
Covid-19

Pernambuco registra 1.652 novos casos e 25 novas mortes pela Covid-19 em 24h

Pacientes de Manaus chegam ao Hospital das Clínicas, da UFPE, neste sábado (23)
Coronavírus

Pacientes de Manaus chegam ao Hospital das Clínicas, da UFPE, neste sábado (23)