Reforma da Previdência vai equilibrar contas públicas, diz Alcolumbre

Para o presidente do Senado, a reforma irá gerar mais emprego e renda para a população

O presidente do Senado Federal, Davi AlcolumbreO presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre - Foto: Marcos Brandão/Agência Senado

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse sexta-feira (26) que o Congresso Nacional vai aprovar uma reforma da Previdência capaz de equilibrar as contas públicas do país e gerar mais emprego e renda.

“Há, sim, na reforma, pontos em que há certa divergência entre deputados e senadores. É natural da democracia, vamos debater. Nós vamos entregar para o Brasil uma reforma que possa de fato equilibrar as contas públicas e dar tranquilidade jurídica para o Brasil se desenvolver para gerarmos emprego, gerar mais renda para a população e darmos para os brasileiros o que eles esperam na classe política: emprego. É o que os brasileiros querem e a reforma vai proporcionar isso”, afirmou Alcolumbre.

Segundo Alcolumbre, o presidente Jair Bolsonaro espera que a reforma saia do Congresso com a força suficiente para provar que o Brasil tem capacidade de ajustar suas contas e de seguir um novo caminho.

O senador lembrou que o presidente tem dito que quem trata da economia no seu governo é o ministro Paulo Guedes. “Ele tem humildade de falar isso como presidente da República para mostrar para a nação brasileira, como líder da nossa nação, que ele delegou essa atribuição ao ministro da Economia, que tem todo nosso respeito, nosso reconhecimento e a nossa admiração”, afirmou.

Leia também:
Reforma da Previdência tem pontos "natimortos", avalia deputado
'Não é meu papel construir maioria para o governo', diz presidente de comissão da Previdência
Secretário diz que reforma não vai zerar o déficit da Previdência

Câmara
Na quinta-feira (25), após acordo de líderes, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), anunciou os nomes de Marcelo Ramos para presidir a comissão especial que analisará a reforma da Previdência e Samuel Moreira (PSDB-SP) para a relatoria do parecer. A comissão especial foi instalada nessa quinta-feira. A primeira sessão do colegiado será no dia 7 de maio.

Veja também

"Voltaremos de alguma forma", diz Trump antes de partir de Washington
PRESIDÊNCIA

"Voltaremos de alguma forma", diz Trump antes de sair

Doria cumprimenta Biden por posse na Presidência dos EUA
Boas vindas

Doria cumprimenta Biden por posse na Presidência dos EUA