EUA

Região de San Francisco (EUA) impõe novo 'lockdown' após alta nos casos

Ruas vazias no primeiro lockdown realizado em março em São Francisco, nos EUARuas vazias no primeiro lockdown realizado em março em São Francisco, nos EUA - Foto: Josh Edelson / AFP

A região da cidade de San Francisco, no norte da Califórnia, vai impor a partir deste fim de semana uma série de restrições para a circulação de pessoas e a abertura do comércio.

A decisão, que deve afetar 6 milhões de pessoas, acontece em meio a uma alta no número de casos no estado e em todo o país. A ordem recomenda que toda a população fique em casa e saia apenas para atividades essenciais.

As medidas vão começar a ser impostas entre domingo (6) e terça (8) e vão valer para cinco condados da região -Alameda, Contra Costa, Marin, Santa Clara e San Francisco (onde fica a cidade homônima)- além da cidade de Berkley. Elas permanecerão em vigor no mínimo até o dia 4 de janeiro.


Segundo as novas regras, o comércio só poderá abrir com no máximo 20% da capacidade e restaurantes e bares só poderão funcionar por delivery. Cabeleireiros, salões de beleza, cinemas e zoológicos devem permanecer fechados por todo o período.

As lojas que ficarem abertas terão que obedecer regras de distanciamento social, incluindo o uso obrigatório de máscaras. O governo da Califórnia já tinha anunciado uma nova regra de quarentena para todo o estado, mas pelo calendário inicial as medidas só entrariam em vigor na região de San Francisco nas próximas semanas.

Veja também

Municípios dão início à etapa de vacinação contra Covid-19 para idosos. Saiba como fazer cadastro
Saúde

Municípios dão início à etapa de vacinação contra Covid-19 para idosos. Saiba como fazer cadastro

Bolsonaro participa de celebração nacional da Índia na embaixada
Governo Federal

Bolsonaro participa de celebração nacional da Índia na embaixada