RELAÇÕES INTERNACIONAIS

Reino Unido convoca embaixador chinês após alegações de interferência em solo britânico

Três agentes de inteligência de Hong Kong estão sendo acusados de violar a Lei de Segurança Nacional britânica de 2023

Ministro de Relações Exteriores do Reino Unido, David CameronMinistro de Relações Exteriores do Reino Unido, David Cameron - Foto: Justin Tallis/AFP

O Ministro das Relações Exteriores do Reino Unido convocou o embaixador chinês Zheng Zeguang, nesta terça-feira, 14, após acusações de interferência estrangeira em seu território.

O representante chinês foi chamado ao Ministério das Relações Exteriores, Commonwealth e Desenvolvimento (FCDO) para discutir o assunto.

A intimação ocorre após a revelação, na segunda-feira, 13, de que três agentes de inteligência de Hong Kong estão sendo acusados de violar a Lei de Segurança Nacional britânica de 2023. A investigação, conduzida pelo Comando de Contraterrorismo da Polícia Metropolitana, levantou as suspeitas de atividades ilícitas.

Um porta-voz do ministério declarou hoje que, no comunicado ao embaixador chinês, o ministério britânico classificou como inaceitável o "padrão de comportamento da China contra o Reino Unido". As acusações incluem ataques cibernéticos e relatos de espionagem.

Veja também

Defesa Civil de Gaza relata 21 mortos em novo bombardeio israelense em campo de deslocados em Rafah
GUERRA NO ORIENTE MÉDIO

Defesa Civil de Gaza relata 21 mortos em novo bombardeio israelense em campo de deslocados em Rafah

Quais países reconhecem o Estado palestino?
ORIENTE MÉDIO

Quais países reconhecem o Estado palestino?

Newsletter