Pandemia

Reino Unido registrou 79 casos de trombose e 19 mortes após vacina com AstraZeneca

Comitê científico recomendou limitar o uso da vacina AstraZeneca para maiores de 30 anos

Frasco com a vacina AstrazenecaFrasco com a vacina Astrazeneca - Foto: Marco Bertorello / AFP

Um total de 79 pessoas que receberam a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela AstraZeneca/Oxford no Reino Unido desenvolveram coágulos sanguíneos, dos quais 19 morreram, anunciou nesta quarta-feira (7) o regulador britânico de medicamentos.
 
Os casos registrados até o final de março correspondem a 51 mulheres e 28 homens com entre 18 e 79 anos, informou June Raine, diretora da agência britânica MHRA, insistindo que os benefícios da vacina continuam superando os riscos para "a grande maioria" da população.
 
Já o comitê científico que supervisiona a campanha de vacinação anticovid no Reino Unido recomendou nesta quarta limitar o uso da vacina AstraZeneca para maiores de 30 anos, quando possível.


"Adultos com entre 18 e 29 anos, que não têm uma comorbidade que os coloque em maior risco de uma forma grave da covid-19, devem receber outra vacina em vez da AstraZeneca, quando tal alternativa estiver disponível", disse o Prof. Wei Shen Lim, do JCVI, observando que o comitê não estava recomendando a interrupção da vacinação em qualquer faixa etária.

Veja também

CNM pede coordenação para enfrentar covid-19 e nega estoque de vacina
Pandemia

CNM pede coordenação para enfrentar covid-19 e nega estoque de vacina

Direção do partido de Merkel apoia Armin Laschet para suceder à chanceler
Alemanha

Direção do partido de Merkel apoia Armin Laschet para suceder à chanceler