Relação do Governo com a PM volta a ficar tensa

O Governo do Estado retomou o diálogo com a PM mas ainda não se chegou a um acordo sobre reajuste salarial

Inaldo SampaioInaldo Sampaio - Foto: Colunista

O Governo do Estado reabriu negociações com a PM através do Comando Geral e da Secretaria de Defesa Social, e não mais com suas associações, porém as partes estão longe de um acordo sobre plano de cargos e carreiras e reajuste salarial. Boa vontade o Governo tem de sobra para atender aos pleitos dos militares, mas esbarra numa dificuldade sobre a qual não tem controle: os pedidos não cabem no orçamento. O Governo endureceu o jogo ao decidir que não mais negociaria com as associações, que se comportam como verdadeiros sindicatos, mas apenas com a cúpula da instituição. E os militares, por sua vez, esticaram a corda nos quarteis e fora deles, de que servem de exemplo as 700 cruzes afixadas ontem na praia de Boa Viagem como símbolos da criminalidade que disparou em Pernambuco nos últimos dois anos. O bom senso sugere que as partes se entendam antes do carnaval para não termos a repetição do motim de 2014.

Pela renovação do PSL
Filho do ex-deputado Luciano Bivar, o jovem empresário Sérgio Bivar iniciou por Pernambuco um movimento em prol da renovação do PSL, que é presidido nacionalmente por seu pai. A ideia é formar núcleos nos 27 estados com pessoas realmente comprometidos com o “social” e o “liberal” como prega o partido. O movimento acaba de chegar ao Agreste através da vereadora Mônica Silva (Lajedo).

Audiência > O ministro Ricardo Barros (Saúde) recebeu ontem em audiência o prefeito de Araripina, Raimundo Pimentel (PSL), acompanhado pelo senador Armando Monteiro (PTB). Pimentel foi um dos comandantes, no Araripe, da vitória do PTB naquela região para o Governo do Estado em 2014.

Apoio > O novo prefeito de Flores, Marconi Santana (PSB), levou o deputado Danilo Cabral (PSB) para conhecer a “casa de apoio” que a prefeitura mantém no Recife para receber doentes do interior.

Água > O ministro Hélder Barbalho (Integração) mantém o compromisso de levar água do rio São Francisco, de Floresta (PE) para Monteiro (PB), pelo canal da transposição, até março deste ano.

Viatura > A prefeita Tânia Maria (PSB), de Brejinho, enviou ofício à SDS pedindo uma viatura policial para o município, pois a que tem está quebrada e terá início hoje a tradicional Festa de São Sebastião.

Pacto > Tem início hoje, em Caruaru, sob a coordenação da prefeita Raquel Lyra (PSDB), a 1ª reunião destinada à montagem do programa “Juntos pela Segurança” prometido por ela na campanha eleitoral. É a versão local do “Pacto pela Vida”, que deu certo em Pernambuco entre 2017 e 2014, e depois desandou.

Chapinha > O vereador e 1º secretário da Câmara do Recife, Marco Aurélio (PRTB), já recebeu sinal verde do presidente nacional do seu partido, Levy Fidélix, para montar uma “chapinha” de candidatos a deputado estadual em 2018. Fidélix está sendo esperado hoje no Recife para iniciar essas articulações.

Núcleo > A partir de hoje, quando Raul Henry for empossado na poderosa Secretaria de Desenvolvimento Econômico, o “núcleo” político mais influente junto ao governador Paulo Câmara deixa de ser o PSB e passa a ser o PMDB, comandado pelo próprio vice e o deputado Jarbas Vasconcelos. O vice tem uma vantagem em relação a alguns socialistas que imaginavam “tutelar” o governador: trabalha, não é de “patota”, e nem gosta de fofoca.

Veja também

Academia Brasileira de Letras lança nova edição online do Volp
LÍNGUA PORTUGUESA

Academia Brasileira de Letras lança nova edição online do Volp

Ao menos 76 mortos e dezenas de desaparecidos por chuvas de monção na Índia
CHUVAS

Ao menos 76 mortos e dezenas de desaparecidos por chuvas de monção na Índia