Usina

Reservas de água de represa na Ucrânia são insuficientes para resfriar reatores de Zaporizhzhia

O nível da água está "abaixo do limite crítico de 12,7 metros", advertiu o chefe da operadora ucraniana Ukrhydroenergo

Usina nuclear de ZaporizhzhiaUsina nuclear de Zaporizhzhia - Foto: Handout / International Atomic Energy Agency (IAEA) / AFP

As reservas de água da represa danificada de Kakhovka, no sul da Ucrânia, não são mais suficientes para resfriar os reatores da usina nuclear de Zaporizhzhia — alertou o operador da barragem nesta quinta-feira (8).

O nível da água está "abaixo do limite crítico de 12,7 metros", advertiu o chefe da operadora ucraniana Ukrhydroenergo, Igor Syrota, na televisão.

Isso significa que não é mais capaz de alimentar "as piscinas da central nuclear de Zaporizhzhia" para operações de resfriamento, acrescentou.

A represa de Kakhovka foi destruída na terça-feira (6) e obrigou a retirada de milhares de pessoas na região de Kherson. Kiev e Moscou trocam acusações por sua destruição.

Essa infraestrutura está localizada sobre o rio Dnieper e forma um reservatório que fornece água de resfriamento para a central nuclear cerca de 150 quilômetros rio acima.

Ocupada pela Rússia, a central de Zaporizhzhia é a maior da Europa.

O diretor da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Rafael Grossi, disse esta semana que a água não poderá mais ser bombeada, se o nível do reservatório cair abaixo de 12,7 metros.

A agência das Nações Unidas tem uma equipe de especialistas na central, onde já foram impostas medidas para limitar o consumo de água, utilizando-a apenas para "atividades essenciais relacionadas com a segurança nuclear", declarou Grossi.

Os reatores da central já foram desligados, mas ainda precisam de água de resfriamento para evitar que ocorra uma catástrofe nuclear.

Veja também

Atentado contra Trump: autor postou sobre ataque dias antes em plataforma de jogos online
rua

Atentado contra Trump: autor postou sobre ataque dias antes em plataforma de jogos online

Homem é morto a pauladas no centro de Goiana; autor do crime é preso em flagrante
Mata Norte

Homem é morto a pauladas no centro de Goiana; autor do crime é preso em flagrante

Newsletter