"Respondemos à altura", avalia novo comandante da PM após mega-assalto na Zona Oeste do Recife

Maranhão disse que a corporação "cumpriu a missão", mas que, infelizmente, os criminosos conseguiram fugir

Novo comandante tomou posse na última segundaNovo comandante tomou posse na última segunda - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

O novo comandante da Polícia Militar de Pernambuco, Vanildo Maranhão, avaliou a atuação da PM durante o mega-assalto a empresa de valores Brinks, na madrugada desta terça-feira (21), na Zona Oeste do Recife. Durante entrevista concedida ao programa Jota Ferreira Agora, da Rádio Folha, o comandante disse que a corporação "cumpriu a missão" e "respondeu à altura".

>> Leia mais:
R$ 60 milhões roubados em investida com armas das mais poderosas do mundo
Trecho da avenida Recife permanece bloqueado para realização de perícia
Moradores do Recife relatam explosões, tiros e homens encapuzados com armas em punho
Madrugada de terror na Zona Oeste do Recife


Maranhão, que foi  empossado na última segunda (20), elogiou a ação rápida dos policiais e a pronta resposta de combate ao grupo criminoso. "A Companhia Independente de Operações Especiais (Cioe) é a elite da polícia e fez um confronto aproximado. Tanto é que os criminosos recuaram porque não esperavam a reação da PM. A Radiopatrulha dispõe do mais moderno armamento, com os melhores fuzis da atualidade. Apesar do número maior, tínhamos o pessoal mais treinado", comentou o comandante.

O coronel informou que os militares fizeram buscas, mas que, até o momento, ninguém foi preso. "Cumprimos nossa missão e respondemos à altura. Teve cerco e confronto. Infelizmente, eles conseguiram fugir", comentou Maranhão, que informou que a condução das investigações ficará a cargo da Polícia Civil. Os assaltantes fugiram levando R$ 60 milhões.

Feridos
Ainda segundo o comandante, os três policiais que ficaram feridos no confronto passam bem. Um militar do Cioe foi ferido no braço, um policial da Radiopatrulha foi ferido na orelha e o PM do BPTran foi atingido na perna por um disparo acidental da própria arma. Eles foram medicados e o militar do BPTran passa por cirurgia. Todos, no entanto, passam bem.

Veja também

Saiba quem é Caeleb Dressel, provável sucessor de Michael Phelps em Tóquio
Olimpíadas

Saiba quem é Caeleb Dressel, provável sucessor de Michael Phelps em Tóquio

Universidades brasileiras integram o ranking das melhores da América Latina
Educa Mais

Universidades brasileiras integram o ranking das melhores da América Latina