EXPLOSÃO

Responsáveis por mina de ouro na China são detidos

Grupo de 22 trabalhadores está retido desde domingo (10), após explosão

Polícia chinesaPolícia chinesa - Foto: Peter Parks/AFP

As autoridades chinesas detiveram os responsáveis por uma mina de ouro no Leste da China, onde um grupo de 22 trabalhadores está retido desde domingo (10), após explosão.

Segundo a agência de notícias chinesa Xinhua, os responsáveis levaram mais de 24 horas para informar as autoridades sobre o acidente, violando o tempo máximo de notificação, de uma hora.

A explosão ocorreu em uma mina situada em Qixia, na província de Shandong, causando danos graves na escada que dá acesso ao fundo da mina, bem como nos cabos de comunicação.

As autoridades não informaram a profundidade em que se encontram os mineiros.

A mina pertence à empresa local Shandong Wucailong Investment.

Mais de 300 trabalhadores tentam remover os obstáculos que impedem o acesso aos mineiros retidos.

A China é o maior produtor mundial de ouro, com 11% do total extraído em 2019, segundo o Conselho Mundial do Ouro.

O país contava com mais de 3 mil minas de ouro em 2016, de acordo com estudo dos serviços geológicos chineses.

Os acidentes em minas são frequentes na China, que todos os anos registra dezenas de milhares de mortos em acidentes de trabalho.

Veja também

Unidade móvel oferece mamografia gratuita em Paulista
Saúde

Unidade móvel oferece mamografia gratuita em Paulista

Com doses da vacina de Oxford já no Rio, distribuição deve começar este sábado
Astrazeneca/Oxford

Com doses da vacina de Oxford já no Rio, distribuição deve começar este sábado