Peru

Restos mortais de 29 pessoas com mais de mil anos são encontrados no Peru

A descoberta foi feita há algumas semanas na Huaca Santa Rosa de Pucalá, a 750 quilômetros ao norte de Lima

Foto: Museo Tumbas Reales de Sipan / AFP

Leia também

• 43 países pedem à China que respeite direitos dos uigures

• Luxemburgo libera plantio de maconha para consumo doméstico

• Elefante mata suspeito de caça ilegal na África do Sul

Uma equipe de arqueólogos encontrou os restos mortais de 29 pessoas, incluindo três crianças, que foram enterradas há mais de um milênio em um templo pré-inca no norte do Peru, informou um pesquisador nesta sexta-feira (22).

"São corpos inteiros, só há um que não está completo. No total, descobrimos 29 corpos, 25 são da era Mochica e quatro da cultura Wari", disse à AFP o chefe da equipe de pesquisa, Edgar Bracamonte.

Imagem sem data divulgada pelo Museo Tumbas Reales de Sipan (Museu Tumbas Reais de Sipán) de um dos 29 cemitérios humanos com mais de mil anos de antiguidade descobertos em um antigo local cerimonial em LambayequeImagem sem data divulgada pelo Museo Tumbas Reales de Sipan (Museu Tumbas Reais de Sipán) de um dos 29 cemitérios humanos com mais de mil anos de antiguidade descobertos em um antigo local cerimonial em Lambayeque

A descoberta foi feita há algumas semanas na Huaca Santa Rosa de Pucalá, antigo centro cerimonial na região costeira de Lambayeque, 750 quilômetros ao norte de Lima. 

O recinto na forma da letra "D" teria sido construído entre 800 e 900 d.C.

Os corpos de três crianças e de um adolescente estavam colocados como sacrifícios humanos, na frente do templo, segundo Bracamonte. 

Os outros 25 túmulos foram encontrados em tumbas de barro prensado e em câmaras mortuárias, em outro templo da cultura Mochica. Além disso, foram encontrados pedaços de cerâmica e restos de camelídeos.

Esta é uma descoberta significativa porque, pela primeira vez, oferendas relacionadas à cultura Wari aparecem longe de sua área de influência, disse Bracamonte.

"Essas descobertas nos permitem repensar a história da região de Lambayeque, especialmente o que está ligado às ocupações Wari e Mochica na área", explicou Bracamonte, que dirige o Projeto Arqueológico do Vale do Lambayeque. 

A cultura Wari foi uma civilização que floresceu no centro dos Andes peruanos, do século VII ao XIII d.C.

A cultura Mochica ou Moche se desenvolveu entre os anos 100 e 700, na costa norte do Peru. Entre as descobertas notáveis desta cultura estão os túmulos intactos de alguns de seus governantes, como o Senhor de Sipán (século III) e a Senhora de Cao (século V).

Veja também

Revista Digital FMOTORS | Edição Dezembro 2021Revista Digital FMOTORS

Revista Digital FMOTORS | Edição Dezembro 2021

Desenvolvedor do Pegasus investiga relatos de espionagem com a ferramentaAtaque Hacker

Desenvolvedor do Pegasus investiga relatos de espionagem com a ferramenta