Educação

Retorno das aulas presenciais nas escolas públicas ainda não é certeza, diz Sintepe

Por meio de nota, o sindicato informou que a decisão do governo não foi um consenso

Sala de aulaSala de aula - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Embora a Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco tenha confirmado, nesta sexta-feira (16), a volta das aulas presenciais das escolas públicas para o dia 21 de outubro, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Pernambuco (Sintepe) informou, por meio de nota, que ainda não há certeza.

No documento, o sindicato afirma que a data não é um consenso entre as partes e que irá realizar uma nova Assembleia Geral virtual na próxima segunda-feira, dia 19, às 14h30, para avaliar a proposta do governo do estado. "Na Assembleia, de forma autônoma e soberana, definiremos os nossos encaminhamentos", afirmou o Sintepe.

Conforme cronograma divulgado pela Secretaria Estadal de Educação, na primeira etapa da retomada das atividades presenciais seria apenas para os estudantes do 3º ano do Ensino Médio. "Eles estão em seu último ano na Educação Básica e em preparação para o Enem, SSA/UPE e outros vestibulares", diz a Secretaria.

Alunos do segundo ano têm retorno previsto para o dia 27 de outubro e no dia 03 de novembro estarão autorizadas as aulas presenciais para os alunos do 1º ano, do Ensino Técnico Concomitante e Subsequente e da Educação de Jovens e Adultos. A Secretaria ressalta, porém, que o retorno é opcional e, no caso de estudantes menores de idade, a decisão cabe aos pais. Não irão retornar os estudantes, professores e demais profissionais da Educação com fatores de risco, como por exemplo maiores de 60 anos.

Veja também

Astronauta estadunidense vota do espaço
Eleições EUA

Astronauta estadunidense vota do espaço

GOL e Cobasi fazem ação conjunta para quem viajar com animais de estimação
Folha Pet

GOL e Cobasi fazem ação conjunta para quem viajar com animais de estimação