Rio Doce e Ouro Preto são os bairros mais afetados pela Covid-19 em Olinda

Dos 33 bairros da cidade, 17 têm casos da doença. Rio Doce e Ouro Preto concentram 30 casos de Covid-19

Leitos na Maternidade Brites de AlbuquerqueLeitos na Maternidade Brites de Albuquerque - Foto: Divulgação

Com 91 casos confirmados do novo coronavírus até o início da tarde desta segunda-feira (13), Olinda tem registros de infectados em 17 bairros. Os locais mais afetados são Ouro Preto e Rio Doce, com 15 pacientes diagnosticados com a Covid-19 em cada. Em seguida aparecem Peixinhos, com 11, e Bairro Novo e Jardim Atlântico, cada um com nove casos. Olinda também já tem óbitos registrados em decorrência da doença. No boletim desta segunda, inclusive, foi contabilizada a morte de um homem de 41 anos, morador da cidade, e portador de leucemia.

Em Olinda está um das unidades projetadas pelo Estado para o tratamento exclusivo da Covid-19. Trata-se da Maternidade Brites de Albuquerque, que foi requerida por contrato junto à Prefeitura de Olinda e será dotada de leitos de UTI e de enfermaria. Alguns deles já estão em funcionamento desde o final da última semana.

Leia também:
Covid-19: Pernambuco soma 1.154 casos e mais de 100 mortes, entre elas a de um bebê de 7 meses
Metade dos novos casos de Covid-19 em PE são de profissionais da saúde

Distribuição dos casos de Covid-19 em Olinda

Distribuição dos casos de Covid-19 em Olinda - Crédito: Divulgação/Prefeitura de Olinda 

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Unicef: 5,5 milhões estavam sem atividades escolares em outubro
Educação

Unicef: 5,5 milhões estavam sem atividades escolares em outubro

João Campos anuncia vacinação para os profissionais da Atenção Básica de saúde
Coronavírus

João Campos anuncia vacinação para os profissionais da Atenção Básica de saúde