Flexibilização

Rio vai liberar lotação máxima de cinemas, casas de festas e shoppings

Decreto deve ser publicado amanhã, segundo o prefeito Eduardo Paes

Eduardo Paes, prefeito do Rio de JaneiroEduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro - Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, anunciou que amanhã (18) será publicado um novo decreto permitindo a lotação máxima em locais como teatros, cinemas, circos, museus, shoppings, casas de festas e espaços de eventos, parques de diversão, zoológico e outros espaços.

É mais um passo adotado pelo município que vem flexibilizando as medidas restritivas adotadas para o combate à pandemia de covid-19. A obrigatoriedade do uso de máscara em todos esses espaços será mantida.

O anúncio foi feito durante evento de reabertura do CineCarioca Nova Brasília. A sala de cinema com 91 lugares, localizada no Complexo do Alemão, é a primeira instalada em uma comunidade da capital fluminense. O espaço inaugurado em 2010 estava fechado desde dezembro de 2019, antes mesmo do início da pandemia no Brasil.

"A gente recuperou, colocou para funcionar e a população agora pode ter acesso a um equipamento de cultura dessa qualidade", disse Paes.

Ele esteve no local acompanhado do secretário de Governo e Integridade Pública, Marcelo Calero, e do diretor-presidente da RioFilme, Eduardo Figueira.

De acordo com a prefeitura, o CineCarioca Nova Brasília é a única opção de sala de cinema na área que compreende as 15 comunidades do Complexo do Alemão. Elas reúnem cerca de 60 mil habitantes.

Diariamente, serão realizadas quatro ou cinco sessões com ingressos a partir de R$ 5. A programação incluirá filmes para as diversas faixas etárias.

Veja também

Odebrecht: Filho de ex-presidente do Panamá se declara culpado de lavagem de dinheiroPanamá

Odebrecht: Filho de ex-presidente do Panamá se declara culpado de lavagem de dinheiro

Boletim da Fiocruz sinaliza aumento de casos de SRAG em 13 estadosSíndrome respiratória aguda grave

Boletim da Fiocruz sinaliza aumento de casos de SRAG em 13 estados